Futebol

Famalicão vence e dá passo de gigante rumo à primeira

Famalicão vence e dá passo de gigante rumo à primeira

O Famalicão praticamente carimbou o passaporte para a subida de divisão, ao vencer e condenar o Vitória de Guimarães B por 4-1, em jogo da 31.ª jornada da II Liga portuguesa em futebol.

Luís Rocha (11 minutos), Fabrício (aos 19 de grande penalidade e aos 43) e Ashley-Seal nos (90+3) fizeram os golos do Famalicão, enquanto Tapsoba marcou o único tento do Vitória, aos 14.

O Famalicão conquistou a quinta vitória consecutiva e, beneficiando do empate (1-1) de sábado da Académica em casa, deu um passo 'gigante' para a subida de divisão, meta que ainda pode festejar hoje se o Estoril Praia perder pontos em casa do Penafiel.

Já a formação B do Vitória de Guimarães deu um passo atrás na luta pela manutenção e é cada vez mais última, somando cinco jogos sem ganhar.

Os famalicenses estiveram sempre mais organizados, com mais qualidade, e ofensivamente mais determinados, mas os vitorianos chegaram a resistir nos primeiros minutos e apresentaram-se com um futebol aberto e, a espaços, inspirado.

Aziz, com um remate para fora, tentou o golo. A resposta veio com Luís Rocha a subir ao terceiro andar e de cabeça a fazer o primeiro após um pontapé de canto batido por Feliz (11 minutos).

A primeira vantagem do Famalicão só durou três minutos, graças a uma excelente resposta do conjunto orientado por Alex que empatou aos 14 com assinatura de Tapsoba, numa recarga a um bom remate de Romani.

Mas o defesa do Burkina Faso haveria de estar no melhor e no pior do Vitória de Guimarães B uma vez que, aos 18, por mão, 'ofereceu' uma grande penalidade ao adversário que Fabrício não desperdiçou (19 minutos). O 'matador' brasileiro do Famalicão viria a ?bisar' a dois minutos do intervalo com um cabeceamento perfeito após passe, outra vez, de Feliz.

Na segunda parte, o primeiro lance de perigo pertenceu à equipa da casa: Walterson rematou ao lado aos 50. Mas o lance mais flagrante foi dos visitantes: Reisinho cabeceou, Defendi fez uma grande defesa e Aziz ainda rematou ao poste (51).

A vencer por 3-1 a equipa de Carlos Pinto, que só soma vitórias desde que chegou ao comando técnico, adormeceu um pouco na reta final, mas só dentro de campo já que nas bancadas completamente cheias, a cinco minutos do fim, só se ouvia "é para a primeira".

O apoio surtiu efeito e o Famalicão ainda fez o 4-1 a segundos do apito final por Ashley-Seal após passe de Walterson.