Futebol

Federação não se opõe a eventual efeito suspensivo do recurso do Benfica

Federação não se opõe a eventual efeito suspensivo do recurso do Benfica

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) não se opõe ao eventual efeito suspensivo do recurso do Benfica contra o castigo de um encontro à porta fechada, disse à agência Lusa fonte do organismo.

O Benfica informou esta quinta-feira ter entregado um recurso no Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) "a impugnar a decisão e a requerer o decretamento de providência cautelar suspensiva dos efeitos do acórdão", o que deverá impossibilitar o cumprimento da pena no próximo encontro no Estádio da Luz, com o F. C. Porto, a 7 de outubro, na sétima jornada da I Liga.

A fonte da FPF confirmou que o organismo já tinha sido citado pelo TAD do recurso do Benfica e que já tinha indicado o árbitro.

A sanção foi motivada por "reincidência no arremesso perigoso de tochas para o terreno do jogo", em 21 de abril, no estádio do Estoril Praia, em jogo do campeonato da época 2017/18.