Desporto

Figo diz que seleção portuguesa tem de se preparar para todos os adversários

Figo diz que seleção portuguesa tem de se preparar para todos os adversários

O ex-internacional de futebol Luís Figo recusou-se a apontar seleções ideais para defrontarem Portugal no Mundial2014, defendendo que a equipa tem de entrar em todos os jogos "para vencer" e "respeitar os adversários".

"Temos as mesmas possibilidades que as outras seleções. Teoricamente, não serve de nada estarmos a falar de favoritos, o que importa é o que se faz dentro do campo", acentuou o ex-avançado do Real Madrid, Barcelona, Inter de Milão e Sporting, à margem de um seminário em Lisboa.

Figo notou que, se a seleção portuguesa pretende chegar o mais longe possível no Mundial, tem de "assumir a importância" das partidas e estar preparada para enfrentar qualquer adversário.

O Bola de Ouro de 2000 e "melhor jogador do Mundo" eleito pela FIFA em 2001 recusou-se, por isso, a apontar equipas preferenciais para acompanharem Portugal na fase de grupos do Mundial do Brasil do próximo ano.

"Espero que Portugal ganhe o Mundial", acentuou o ex-internacional luso.

Luís Figo sustentou, por outro lado, que Cristiano Ronaldo "pode sempre ganhar a Bola de Ouro, porque é um dos melhores do Mundo e tem dado o melhor nos últimos anos".

O ex-internacional português congratulou-se com o facto de o seu clube de "nascença", o Sporting, de onde saiu para o Barcelona, estar atualmente na liderança a I Liga.

"Fico feliz que (o Sporting) possa conseguir o título o mais depressa possível", reconheceu.

Quanto ao seu percurso, Luís Figo recordou o "grande desafio" que representou deixar Portugal e ir jogar para o estrangeiro e a ajuda que teve de Guardiola, no Barcelona, e de Raul e Hierro, no Real Madrid.