Ciclismo

Francês Cyril Barthé vence em Oliveira do Hospital e lidera Volta a Portugal do Futuro

Francês Cyril Barthé vence em Oliveira do Hospital e lidera Volta a Portugal do Futuro

O francês Cyril Barthé, da equipa espanhola Fndacion Euskadi, venceu, esta quarta-feira, num disputado sprint, a primeira etapa da Volta a Portugal do Futuro/Liberty Seguros e assumiu a liderança da prova.

O penafidelense Francisco Campos (Miranda/ Mortágua), Campeão Nacional de Estrada de Sub23, foi segundo. Barthé, que conseguiu a segunda vitória da temporada foi o mais rápido num grupo de duas dezenas e meia de corredores que se apresentou na meta em Oliveira do Hospital, gastando 3.59:33 horas, à média de 36.594 km/ hora, para cumprir os 146,1 quilómetros, na ligação desde Oliveira de Azeméis a Oliveira do Hospital.

Oitenta e seis corredores em representações de 11 equipas, seis portuguesas, quatro espanholas e uma francesa, alinharam à partida, num dia que começou com muita chuva, mas que, depois, durante a etapa não marcou presença.

A tirada teve uma primeira fase até Oliveira de Frades, com um grupo e meia dúzia de corredores na cabeça de corrida, mas com o pelotão sempre muito vigilante. Desta fuga, o único que tirou partido foi o francês Floryan Arnault (Delko/ Marseille), que viria e envergar a camisola castanha (Delta Cafés) do Prémio da Montanha.

Depois, na subida à Serra do Caramulo, a cerca de 76 quilómetros da meta, atacaram dois espanhóis, Ibai Azurmendi (Fundacion Euskadi) e Carlos Ruiz (Lizarte), que chegaram a ter 2,22 minutos de vantagem, à passagem de Carregal do Sal, a 27 quilómetros da chegada.

O trabalho no pelotão, em particular da Liberty Seguros Carglass, deu frutos, tendo primeiro sido apanhado Ruiz e, a 6 quilómetros da chegada, Azurmendi.

Quando tudo apontava para uma vitória da equipa de Manuel Correia - Gaspar Gonçalves foi somente sétimo - eis Cril Barthé a surpreender toda a concorrência e a ganhar a etapa, conseguindo pelo meio a camisola dos Pontos e assumindo a liderança da Volta a Portugal do Futuro.

"Foi uma etapa difícil, com muito sobe e desce. Como sprint aproveitei bem o trabalho, primeiro do meu colega Azurmendi e depois de outras equipas", justificou Cyril Barthé. "A etapa de amanhã tem um final muito duro", acrescentou.

Amanhã disputa-se a 2ª etapa e considerada a "rainha" da volta, com partida de Arganil (11.20 horas) e chegada ao Alto de São Macário, São Pedro do Sul, cerca das 15.40 horas, na distância de 150,9 quilómetros, com a meta a coincidir com uma contagem de montanha de Categoria Especial.

Classificação da Etapa e Geral

1º- Cyril Barthé/ FRA (Fundacion Euskadi), 4 horas 59" 33"

2º- Francis Campos/ POR (Miranda/ Mortágua) - m.t.

3º- Paulo Silva/ POR (Sicasal/ Delta Cafés)- m.t.

4º- Cristian Mota/ ESP (Aldro)- m.t.

5º- João Fernandes/ POR (Maia)- m.t.

6º- Jonathan Covanor/ FRA (Delko/ Marseille)- m.t.

7º- Gaspar Gonçalves/ POR (Liberty Seguros/ Carglass)- m.t.

8º- Lucas De Rossi/ FRA (Delko/ Marseille)- m.t.

9º- Roger Adria/ ESP (Lizarte)- m.t.

10º- Francisco Galvan/ ESP (Lizarte)- m.t.

Equipas: Lizarte/ ESP

Pontos: Cyril Barthé/ FRA (Fundacion Euskadi)

Montanha: Floryan Arnault/ FRA (Delko/ Marseille)

Juventude: Francisco Campos/ POR (Miranda/ Mortágua).

ver mais vídeos