Futebol

Guarda-redes Moreira termina carreira e ruma ao Al Hilal para treinar

Guarda-redes Moreira termina carreira e ruma ao Al Hilal para treinar

O guarda-redes Moreira anunciou, este domingo, o final da carreira de futebolista, aos 37 anos, concluindo no Cova da Piedade um percurso de vinte épocas no futebol sénior.

O guardião decidiu "dar o lugar aos mais jovens", uma decisão "tomada há algum tempo" e com o "total apoio do Cova da Piedade", clube da II Liga no qual ainda se chegou a apresentar esta época e a cumprir os exames médicos.

Moreira fez o último jogo pelos piedenses em abril, frente ao Leixões, partida em que contraiu uma grave lesão num ombro que o obrigou a submeter-se a uma intervenção cirúrgica que não teve, porém, influência na decisão.

Fonte próxima do jogador disse à agência Lusa que Moreira decidiu seguir a profissão de treinador de guarda-redes, encontrando-se já na Arábia Saudita a exercer funções no Al Hilal, antigo clube de Jorge Jesus.

Foi nas camadas jovens que Moreira mais se destacou ao serviço das seleções, tendo conquistado o Campeonato da Europa sub-18 em 1999 e o prestigiado torneio de Toulon em 2001.

Formado no Salgueiros, o internacional português representou, enquanto sénior, Benfica, Swansea City (Inglaterra), Omonia (Chipre), Olhanense, Estoril e Cova da Piedade, conquistando por uma vez a I Liga, a Taça de Portugal e a Supertaça Cândido de Oliveira, além de duas Taças da Liga, sempre ao serviço do Benfica.