Argentina

Guarda-redes morre ao defender penálti com o peito

Guarda-redes morre ao defender penálti com o peito

Um guarda-redes argentino de 17 anos faleceu, depois de ter defendido um penálti com o peito. A tragédia aconteceu nesta quarta-feira, em Santa Fé, na Argentina.

Ramón Ismael Coronel, mais conhecido por Piki Coronel, jogava no Club Unión Golondrina Santa Fé e faleceu a meio de um jogo da liga regional do país.

Ao defender o castigo máximo, Piki Coronel correu para festejar a proeza, mas logo a seguir desfaleceu em campo, acabando por morrer no hospital.

Segundo informações hospitalares, o jovem guardião sofreu uma paragem cardio-respiratória. A inexistência de meios de assistência no local em que jogava dificultou as operações de socorro à vítima.