Desporto

Guimarães habituado a apagar a Luz

Guimarães habituado a apagar a Luz

O Benfica não tem boas recordações dos últimos jogos disputados em casa com o Vitória de Guimarães. Dois meses depois de ter sido afastado na Luz, pelos vimaranenses, da Taça de Porutgal, os encarnados voltam a receber a turma minhota, à procura da desforra.

Um osso muito duro de roer. O Benfica tem sentido inúmeras dificuldades, nos jogos em casa, com o Vitória de Guimarães. O próximo adversário das águias na Liga saiu vencedor nos dois últimos desafios disputados no reduto encarnado. Um registo significativo, na projecção do jogo de sábado (19.15 horas, SportTV), na Luz, para a 17.ª jornada da prova.

Ao contrário dos desafios na cidade-berço, em que nos últimos anos o Benfica tem saído quase sempre vencedor, quando toca aos benfiquistas receber a turma minhota o caso muda de figura. Basta dizer que, em 2009, duas das três derrotas sofridas pelos encarnados, no seu estádio, em jogos oficiais, foram perante os vimaranenses. Tirando o desaire com a Académica (1-0, na 24.ª jornada da Liga de 2008/09), só mesmo a formação minhota saiu plenamente satisfeita do relvado encarnado. E por duas vezes. Primeiro, em Março, com um golo do brasileiro Roberto a selar o êxito por 1-0, para a Liga. Mais recentemente, em Novembro, repetiu-se o resultado. Desta vez, foi outro canarinho, no caso Gustavo Lazzaretti, a sentenciar o afastamento das águias da Taça de Portugal.

A última vitória do Benfica, no seu ambiente, diante do Guimarães, aconteceu há quase um ano (4 de Fevereiro de 2008), num jogo da Taça da Liga. Gregory, com um golo na própria baliza, adiantou os encarnados no marcador, Pablo Aimar elevou para 2-0, mas ainda houve tempo para Desmarets reduzir e fixar o resultado final em 2-1.

Se se tiver em conta apenas os jogos do campeonato, é preciso recuar até à competição de 2005/06, para encontrar o último êxito do Benfica. Foi a 3 de Outubro de 2005, por 2-1, com golos de Geovanni e Nuno Assis (este agora no Guimarães), enquanto César Peixoto (que joga nos encarnados), apontou o golo minhoto.

Seguiram-se cinco jogos entre as duas equipas, na Luz, e só no já citado exemplo do encontro da Taça da Liga, da época passada, é que houve uma vitória do Benfica. O recente adeus da Taça de Portugal já tinha tido um episódio semelhante na época 2005/06, com um golo de Dario a ditar a eliminação dos encarnados (1-0). Pelo meio, para a Liga de 2007/08, houve um nulo (0-0). Mas, apesar do passado recente, em termos globais, os números continuam a mostrar uma forte supremacia do Benfica, nos jogos em casa com a turma minhota. Em 74 confrontos, venceu por 59 vezes (80%)...

Imobusiness