Rali Dakar

Hélder Rodrigues sobe para terceiro no Dakar

Hélder Rodrigues sobe para terceiro no Dakar

O motocilista português Hélder Rodrigues (Yamaha) ascendeu ao terceiro lugar do rali de todo-o-terreno Dakar2012, após a quarta etapa, disputada na região argentina da Rioja e com chegada em Chilecito.

Rodrigues foi quarto na longa especial de 326 quilómetros, com várias passagens por rios secos e desfiladeiros nos Andes, só superado pelos dois pilotos da KTM candidatos ao triunfo final, o francês Cyril Desprès e o espanhol Marc Coma, e ainda o holandês Frans Verhoeven (Sherco).

Na maior parte do percurso Coma liderou e foi o mais rápido na chegada, com 4:16.43 horas, recuperando 2.02 minutos para Desprès, agora com a liderança segura por 8.10.

Hélder Rodrigues, que chegou a andar em terceiro, perdeu o pódio nos quilómetros finais para o piloto da Sherco - Verhoeven foi terceiro, a 8.26, e o português quarto, a 9.01.

Na geral, Desprès tem 11:50.27 horas, com Coma a 8.10, Rodrigues a 26.48 e o chileno Francisco "Chaleco" Lopez (Aprilia) a 29.50.

Portugal tem mais um "motard" no top-10 - é Paulo Gonçalves (Husqvarna), quinto na etapa e sexto na geral, a fazer o melhor Dakar da sua carreira.

Paulo Gonçalves começou muito forte, passando em segundo, atrás de Coma, no "way-point 1", para depois descer até 19.º, nas pistas mais altas dos Andes. Recuperou, com a aproximação a Chilecito, até um excelente quinto lugar, a 11.18 de Coma.

Após quatro etapas, está em sexto lugar, a 35.16 do primeiro e a menos de cinco minutos do quinto lugar, ele que tem como melhor no historial um 10.º lugar, na edição de 2009.

Ruben Faria (KTM) foi penalizado em 40 minutos, a juntar aos 26.15 de atraso na meta, que cortou em 19.º. Em consequência disso, desceu seis postos na geral, para 23.º, já a 1:39.03 de Desprès.

Imobusiness