atletismo

Jessica Augusto sagra-se campeã europeia de corta-mato

Jessica Augusto sagra-se campeã europeia de corta-mato

A portuguesa Jessica Augusto sagrou-se hoje, domingo, campeã europeia e Dulce Félix foi terceira classificada, tendo Portugal conseguido o terceiro triunfo colectivo consecutivo em seniores femininos, durante os Europeus das Açoteias, em Albufeira.

Foi uma prova de domínio quase incontestável da selecção feminina de Portugal, que, com uma prestação de grande qualidade (cinco atletas entre as dez primeiras classificadas), só falhou o segundo lugar individual, obtido pela turca Binnaz Uslu.

Jessica Augusto, que há precisamente dez anos se tinha sagrado campeã europeia de juniores de corta-mato e já tinha sido segunda classificada em seniores em 2008, teve uma prestação excelente, conseguindo a primeira medalha de ouro individual como sénior.

"Foi uma vitória fantástica. Cheguei isolada mas não foi uma vitória assim tão fácil, porque, quando passo na meta com duas voltas por fazer, já estava a sofrer bastante. Pensei que só precisava de sofrer um pouco mais para vencer", disse a atleta portuguesa.

A vencedora dedicou o triunfo ao público português que se deslocou à pista das Açoteias, às colegas de equipa e também à família, especialmente à mãe, que "apareceu de surpresa" para apoiar e, no final, dar um abraço à filha.

Jessica Augusto colocou-se na frente logo nos metros iniciais e separou-se da perseguição da espanhola Alessandra Aguilar ao cabo da primeira grande volta, ganhando enorme vantagem nas duas voltas seguintes.

Na quarta e última grande volta, a corredora lusa já vinha em sofrimento mas a distância para as rivais era tão grande que a portuguesa cumpriu os últimos metros já a acenar às bancadas, comemorando antes de cortar a meta, com o tempo de 26.52 minutos.

Em termos colectivos, Portugal revalidou o título, conseguindo o terceiro triunfo consecutivo em seniores femininos depois dos sucessos em Bruxelas (2008) e Dublin (2009).

Um cenário que começou a desenhar-se logo na fase inicial da corrida e que viria a ser confirmado no final da prova, com cinco atletas entre as dez primeiras.

Dulce Félix, que perdeu o segundo lugar para a turca Binnaz Uslu (26.57 minutos) nos últimos metros, fechou o pódio individual em 26.59 minutos, com Marisa Barros (quinta, com 27.06 minutos) e Sara Moreira (nona, 27.26) a concluírem a prestação portuguesa para a tabela colectiva, com um total de 19 pontos.

Ana Dias, já fora do contingente que pontuou, fechou o "top-10" individual e Anália Rosa foi a última portuguesa, no 32º lugar.

Na classificação colectiva, a Grã-Bretanha obteve o segundo lugar, com 65 pontos, e a Espanha foi terceira, com 72.

Portugal soma até ao momento três medalhas nos Europeus das Açoteias, uma vez que o júnior Rui Pinto arrecadou o galardão de bronze na sua categoria.

ver mais vídeos