Futebol

João Félix faz um golo e duas assistências na vitória do Atlético ao Real Madrid

João Félix faz um golo e duas assistências na vitória do Atlético ao Real Madrid

O jovem internacional português João Félix, que custou 126 milhões de euros, marcou um golo e ofereceu dois, na sexta-feira, na vitória histórica do Atlético de Madrid ao Real Madrid por 7-3, em encontro da Internacional Champions Cup.

No MetLife Stadium, em East Rutherford, o ex-jogador do Benfica ofereceu um bis a Diego Costa, que acabou com um póquer (1, 28, 45, de penálti, e 51) antes de ser expulso, aos 65, e marcou outro (8), num embate em que alinhou durante 67 minutos, depois dos escassos 26, por culpa de uma lesão, na estreia com o Numancia. Veja os lances abaixo:

"Ganhar é sempre bom e a este rival é melhor ainda e tem um sabor especial. Vamos trabalhar sempre para fazer o melhor possível, para marcar o maior número de golos e sofrer o menor número de golos para podermos ganhar, que é sempre o nosso objetivo", disse João Félix, garantindo que a vitória "dá mais confiança", mas que a equipa continuará a trabalhar "da mesma forma e com os pés bem assentes na terra".

O argentino Ángel Correa (19 minutos) e o suplente Vitolo (70) apontaram os outros golos dos "colchoneros", enquanto Nacho (60), o francês Karim Benzema (85, de penálti) e Javi Hernández (89) marcaram os golos dos merengues, que saíram humilhados, mas que bem poderiam ter sofrido um desaire na casa das dezenas.

O encontro começou, praticamente, com um golo de Diego Costa, que só precisou de 45 segundos para bater Courtois, com um remate de pé direto, desviado em Sérgio Ramos, depois de uma assistência de João Félix.

A vantagem aumentou pouco depois, aos oito minutos, com João Félix, com classe, a encostar com o bico da bota direita, à entrada da pequena área, depois de arrancada de Saúl Ñíguez pela esquerda.

Com o Real abananado, João Félix falhou por pouco o terceiro, aos 10 minutos, mas este apareceu aos 19, num remate de primeira do argentino Ángel Correa, entrado aos 13 a substituir o lesionado Álvaro Morata, servido por Koke.

Mais nove minutos, e mais um golo dos "colchoneros", o bis de Diego Costa, que não desaproveitou mais uma assistência de Saúl, depois de um mau passe de Sergio Ramos.

O Atlético continuou a massacrar e Hermoso (32 minutos), Lemar (38) e João Félix (44) estiveram muito perto do quinto, que Diego Costa acabou por marcar, conseguindo o 'hat-trick', aos 45, de grande penalidade, após sofrer falta de Isco.

A humilhação prosseguiu no início da segunda parte, com o Atlético a voltar com o mesmo 'onze' e a chegar ao sexto logo aos 51 minutos, o 'póquer' de Diego Costa, que aproveitou da melhor forma mais um passe de 'morte' de João Félix.

O Real Madrid, que na primeira parte só havia ameaçado num remate ao 'ferro' de Vinicius, aos 39 minutos, conseguiu reduzir aos 60, por Nacho, que, sem querer, desviou para dentro da baliza um centro da esquerda de Hazard.

O dérbi madrileno aqueceu pouco depois, com Diego Costa e Carvajal a 'pegarem-se' e a acabarem os dois expulsos, aos 65 minutos.

Para a parte final, o jogo foi outro, entre suplentes, mas a 'tecla' foi a mesma, com o Atlético rapidamente a retomar o ascendente e a chegar ao sétimo, aos 70 minutos, após uma espetacular jogada individual de Vitolo.

Até ao final, os "colchoneros" tiveram oportunidades suficientes para chegar à dezena, mas não foram eficazes e o Real Madrid logrou amenizar o desaire, com um penálti de Benzema, aos 85, e um tento de Javi Hernández (89).