Futebol

Jorge Jesus culpa o vento e confessa: "Não era aqui que esperávamos perder"

Jorge Jesus culpa o vento e confessa: "Não era aqui que esperávamos perder"

No final da derrota do Sporting frente ao Estoril (2-0), na Amoreira, Jorge Jesus admitiu que o vento foi um fator determinante na partida.

"Foi jogo atípico. Preparámos o jogo com cuidado, mas não estávamos preparados para o vento. O fator vento fez com que o Estoril, conhecendo melhor a casa, nos criasse dificuldade nos cantos. É aí que nasce o primeiro golo. Entrámos bem no jogo, mesmo contra o vento, criámos várias oportunidades de golo em todo o jogo. Depois levámos o 2-0 num lance em que a nossa última linha pensou que estava fora de jogo. Mas tudo isto são situações de um jogo em que não conseguimos parar estas jogadas do Estoril. Não não era aqui que esperávamos perder, mas perdemos", começou por analisar.

Relativamente às ausências de Gelson Martins e Bas Dost, devido a lesão, o técnico dos leões salientou que não foi devido à falta dos habituais titulares que a equipa de Alvalade sofreu o desaire.

"Estou preocupado por não os ter, mas tivemos oportunidades para fazer golos. São jogadores com características especiais. São jogadores rápidos, como o Daniel Podence, que nos dão velocidade de jogo, mas não foi por causa de não estarem aqui que não ganhámos. O fator golo é que fez a diferença. Na primeira parte equipa foi consistente. Devíamos ter saído daqui com outro resultado", concluiu.