Futebol

Jorge Jesus: "Nem Sporting nem Belenenses se podem queixar da arbitragem"

Jorge Jesus: "Nem Sporting nem Belenenses se podem queixar da arbitragem"

No final do encontro com o Belenenses, Jorge Jesus considerou que nenhuma das equipas tem razões de queixa da arbitragem e desvalorizou o resultado do clássico entre o Benfica e o F. C. Porto.

"Foi um jogo de loucos. O jogo teve várias variantes durante estes 96 minutos, que não estávamos à espera e que acontecem. O Belenenses entrou bem, fez o primeiro golo, mas nós fomos também uma equipa muito forte a sair e conseguimos virar o resultado para 1-3. Na segunda parte estávamos com alguns problemas no lado esquerdo, tentei fechar e bloquear o corredor esquerdo com a entrada do Wendel, mas não surtiu efeito. Acabámos por sofrer dois golos, mas voltámos a acreditar e fizemos o 4-3 e o 5-3, que não valeu. Quem veio ao Restelo deu por bem empregue o dinheiro que pagou pelo bilhete porque foi um jogo emotivo, espetacular", começou por analisar o treinador do Sporting.

Jorge Jesus lamentou ainda o cansaço físico do plantel, afirmando que Fábio Coentrão poderá ser baixa para o jogo de quarta-feira, frente ao F. C. Porto, em jogo da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal.

"Nos últimos 15 minutos, alguns jogadores estavam em dificuldades, fruto de jogar de três em três dias. Mas se querem estar aqui, comigo, estão sujeitos a esta intensidade. Perdemos o Mathieu e hoje se calhar perdemos outros dois jogadores, porque sei como eles acabaram o jogo. O Coentrão é um deles. Vamos tentar recuperar porque quarta-feira temos outro grande duelo".

Num jogo em que três dos sete golos foram de grande penalidade, Jorge Jesus vincou que nenhum equipa tem razões de queixa da arbitragem.

"É claro que quem tem a ferramenta do VAR vê muito melhor. Bruno Paixão é um bom árbitro, mas hoje houve lances muito polémicos. Ele soube discernir bem para um lado e para o outro, nem Belenenses nem Sporting se podem queixar. Foram situações claras de jogo e tanto o árbitro dentro de campo como os auxiliares estiveram bem. Penso que foram três equipas a jogar para se fazer golos, para ganhar"

Relativamente ao clássico entre o Benfica e o F. C. Porto, que terminou com uma vitória dos dragões, o treinador dos leões desvalorizou o resultado.

"Para nós, qualquer resultado do clássico era bom. Ganhou o F. C. Porto, mas não é por isso que ficamos melhor. O importante era ganhar aqui e sabíamos que os nossos rivais podiam perder pontos. Foi o F. C. Porto quem ganhou, parabéns pela vitória. Para nós era igual", concluiu.

ver mais vídeos