Desporto

José Peseiro diz que o seu futuro "está a ser decidido..."

José Peseiro diz que o seu futuro "está a ser decidido..."

"O meu futuro está a ser decidido...". "O meu futuro está a ser decidido...". "Reforço, o meu futuro está a ser decidido", afirma e reafirma José Peseiro, vezes sem conta, furtando-se à questão mais premente da atualidade do Braga. O treinador fez o balanço da época e verifica, ao cabo de tanta desilusão coletiva, que "dadas as circuntâncias, a temporada não foi má".

"Que eu saiba, conquistei o único título da era Salvador", observa José Peseiro, refererindo-se à vitória na Taça da Liga, segundo troféu da história do clube minhoto, após a conquista da Taça de Portugal, em 1966.

"Se, no início da época, me dissessem que ia ganhar a Taça da Liga e que falharia o apuramento para a Liga dos Campeões, é claro que ficaria desiludido. Mas, verificadas todas as circunstâncias, os azares das lesões, a saída de jogadores, que fragilizaram a equipa, depois de dezembro, o produto da época não me desilude. Apurámo-nos para a Liga dos Campeões, fizemos excelentes jogos e valorizámos jogadores".

Peseiro diz "respeitar a opinião" de António Salvador, que já manifestou a frustração pelo falhanço no campeonato, mas defende-se com os "percalços incontroláveis" para justificar a queda no quarto lugar.

E se, mais do que nunca, parece iminente a saída, ainda que lhe reste uma época de contrato, Peseiro volta a fintar a questão. "O meu futuro está a ser decidido...", insiste.

"Está a ser decidido por mim e pelo presidente", explica o treinador, que aguarda o regresso de António Salvador, ausente em Moçambique, em viagem de negócios, para tratar da desvinculação.

Pelo ano que lhe falta de contrato, o treinador tem a haver cerca de 350 mil euros.