Desporto

Liga instaura processo de inquérito aos incidentes no Estoril-F.C. Porto

Liga instaura processo de inquérito aos incidentes no Estoril-F.C. Porto

A Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga Portuguesa de Futebol Profissional decidiu esta quarta-feira instaurar um processo de inquérito aos incidentes ocorridos entre o presidente da Associação de Futebol de Lisboa e dirigentes do F.C. Porto.

A Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) deliberou instaurar este processo de inquérito, aos "acontecimentos divulgados na comunicação social e supostamente ocorridos no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto", disse fonte da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

Após o encontro da quinta jornada da I Liga, disputado no domingo, no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, que terminou empatado a dois golos, o presidente da AFL, Nuno Lobo, denunciou, em declarações à Lusa, ter sido agredido pelo vice-presidente da SAD portista Adelino Caldeira e sido insultado pelo presidente do clube, Pinto da Costa.

Fonte da LPFP disse à Lusa que, tendo em conta as declarações públicas do presidente da AFL, sobre alegada agressão e ofensas à honra de que teria sido vítima por parte de Adelino Caldeira, assim como de um alegado comportamento injurioso por parte de Pinto da Costa, a CII decidiu instaurar o inquérito para investigar a relevância disciplinar dos factos.