Futebol

Luís Filipe Vieira: "Entendemos a tomada de posição dos árbitros"

Luís Filipe Vieira: "Entendemos a tomada de posição dos árbitros"

Na inauguração da Casa do Benfica de Castro Verde, este sábado à noite, o presidente das águias garantiu entender a posição dos árbitros e pediu o apoio dos adeptos naquilo que considera uma fase "menos boa".

Num discurso que até começou com uma gralha (Luís Filipe Vieira afirmou estar contente por ver Castro Verde pintado de... verde e branco), o presidente do Benfica abordou a crise de resultados dos encarnados, que ditou o afastamento das competições europeias depois de somar o quinto desaire em outros tantos jogos na fase de grupos da Liga dos Campeões.

"Nas horas que as coisas não correm bem é quando mais precisamos de apoio. Um trabalho de anos não pode ser posto em causa devido a um resultado ou fase menos boa. Não vivemos do momento nem do desespero. Somos os únicos que podemos assumir que temos um projeto desportivo. É importante que os benfiquistas percebam que não podemos ganhar sempre".

Relativamente à greve dos árbitros, o líder máximo encarnado garantiu "entender os motivos dos juízes":

"Exige-se o bom senso da parte de todos os intervenientes nesta importante indústria, que vive atualmente num caos onde não queremos estar. Perante um quadro de coação, intimidação e ameaça é preciso dizer que compreendemos a tomada de posição dos árbitros. Até seria natural que já tivesse surgido mais cedo".

Luís Filipe Vieira garantiu, ainda, que "o Benfica está disponível para, de forma construtiva, ajudar a encontrar as melhores soluções".

"É preciso de uma vez por todas acabar com estas situações, em salvaguarda da verdade desportiva. O Governo e quem superintende as competições profissionais tem de assumir as responsabilidades. Se existe quem não seja capaz de impor regras rigorosas e claras, então que se encontre uma solução conjunta que normalize as competições", concluiu.

ver mais vídeos