Brasil

Mastercard cancela campanha com Neymar após acusação de violação

Mastercard cancela campanha com Neymar após acusação de violação

A Mastercard, empresa norte-americana do setor de pagamentos, cancelou uma campanha publicitária que tinha acordado com o jogador brasileiro Neymar, embaixador da marca, durante a Copa América.

A patrocinadora iria realizar uma série de ações de publicidade tendo Neymar como protagonista, mas decidiu cancelar o projeto depois da polémica que estalou nos últimos dias com a acusação de violação de uma mulher com quem o futebolista se envolveu no passado dia 15 de maio, em Paris.

"Temos uma série de ações de marketing planeadas para o decorrer do campeonato que são focadas em promover o uso do pagamento por aproximação. Tomámos a decisão de parar aquelas ações que incluem o embaixador da marca até que o assunto seja resolvido", disse fonte da Mastercard ao jornal brasileiro "O Estado de S. Paulo".

Ainda segundo aquele diário, existe uma imagem de Neymar em campanha pela marca no guia oficial de imprensa para a Copa América, distribuído pelos jornalistas credenciados para o evento. Na publicidade, o jogador aparece com uma camisola da Mastercard, assim como os logótipos oficiais da competição e da Confederação Brasileira de Futebol.

Antes da Mastercard, já outras marcas que patrocinam o atleta tinham manifestado preocupação com a polémica em torno da alegada violação. A Nike disse estar "profundamente" preocupada com o caso e que o está a seguir de perto, enquanto a Red Bull comunicou, em nota da empresa, que é "de responsabilidade das autoridades públicas determinar os factos reais por trás desta séria alegação".

A mulher que acusa Neymar de violação entregou, na segunda-feira, imagens e documentos à polícia que não constavam no boletim de ocorrência da última sexta-feira. Entretanto, o jogador está a ser investigado por ter revelado imagens íntimas da alegada vítima.

Um vídeo, divulgado na quarta-feira, mostra uma alegada troca de agressões entre Neymar e uma mulher num quarto de hotel. A família do jogador brasileiro diz que se trata de uma armadilha montada por Najila Trindade, que acusa o avançado de a ter violado.

No plano desportivo, Neymar lesionou-se e foi forçado a sair aos 21 minutos do jogo particular de quarta-feira, em que o Brasil venceu em Brasília o Qatar, por 2-0. O futebolista internacional brasileiro está assim fora da Copa América, competição que decorrerá de 14 de junho a 7 de julho, no Brasil.