1921-2016

Morreu Moniz Pereira, o "senhor atletismo"

Morreu Moniz Pereira, o "senhor atletismo"

Morreu, este domingo, Mário Moniz Pereira, antigo atleta, treinador e dirigente, ligado durante décadas ao atletismo e ao Sporting.

Foi o clube de Alvalade que informou o falecimento de Moniz Pereira, através das redes sociais.

Moniz Pereira tinha 95 anos.

A história da vida de Moniz Pereira confunde-se com a do atletismo, que amava como ninguém, e também com a do fado. Mesmo depois de fazer "quatro vezes vinte mais dez", como gostava de dizer, manteve o sorriso de felicidade e citava o refrão do fado que o celebrizou: "Valeu a pena".

"Uma vida repleta de bons exemploa"

"Foi com muita emoção que o Presidente da República tomou conhecimento do falecimento do professor Moniz Pereira. Era um Homem Bom, que deixa uma vida repleta de bons exemplos, de devoção ao Desporto e aos desportistas, tendo ele próprio sido uma glória do atletismo nacional", refere um comunicado da presidência enviado à agência Lusa.

"Na véspera dos Jogos Olímpicos, o seu exemplo reforça ainda mais a vontade de todos os desportistas nacionais de se superarem e obterem resultados que o honrem e o recordem como grande motivador do nível que o nosso atletismo e nosso desporto têm atingido", assinala o texto.

Marcelo Rebelo de Sousa sublinha "que em todos os que, ao longo dos anos, tiveram o privilégio de o conhecer, deixa o tesouro de uma memória calorosa e dedicada", antes de apresentar "sentidas condolências" à sua família, à Federação Portuguesa de Atletismo e a todos os amigos.

Primeiro-ministro lembra as suas múltiplas capacidades

O primeiro-ministro, António Costa, também lamentou a morte de Moniz Pereira, lembrando as suas múltiplas capacidades e funções no desporto.

"As minhas condolências à família do Prof. Moniz Pereira, grande atleta, recordista, dirigente e treinador de campeões", escreveu o governante.

ver mais vídeos