Futebol

Moutinho é "maçã podre"

Moutinho é "maçã podre"

Presidente do Sporting considerou João Moutinho como "uma maçã podre" e revelou que o jogador teve "zero propostas" desde 2008. "Como homem, não deixa saudades", disse.

“Não podíamos continuar cá com uma maçã podre, por isso não podíamos tomar outra decisão para não correr o risco de contaminar o plantel”, disse José Eduardo Bettencourt, sobre a saída de João Moutinho para o F. C. Porto, por 11 milhões de euros.

“João Moutinho nunca perdoou a quem não o deixou sair em 2008, ainda que em condições pouco vantajosas para o Sporting, apesar da significativa melhoria de condições contratuais efectuada depois”, disse José Eduardo Bettencourt. Foi a última oportunidade de João Moutinho, para sair. “Desde 2008 recebemos zero propostas, zero euros”, acrescentou.

“Se fosse dono do clube, poderia manter o João Moutinho aqui até 2014, com as consequentes implicações disciplinares e até profissionais, pois trata-se de um jovem atleta”, argumentou José Eduardo Bettencourt.

"Não queremos cá ninguém contrariado", disse José Eduardo Bettencourt. Ácido em relação ao comportamento de João Moutinho, não deixou de reconhecer que "em termos de rendimento desportivo, foi um exemplo enquanto esteve" no Sporting.

O presidente disse ainda que Moutinho se recusou a treinar e ameaçou, em várias ocasiões, não comparecer na Academia em Alconhete.

"O seu comportamento para com presidente, director desportivo e equipa técnica, foi deplorável. Se não tivesse vivido esses acontecimentos não acreditava que era possível descer tão baixo", disse em conferência de imprensa.

José Eduardo Bettencourt disse que "João Moutinho não contava com o Sporting e o Sporting não contava com João Moutinho", confessando que o médio terá chegado a afirmar: "Nunca mais vou vestir a camisola do Sporting e vou cooperar com a comunicação social e dizer tudo".

“A única coisa de que nos arrependemos é de ter tentado proporcionar ao João Moutinho uma saída pela porta grande. Ele não esteve à altura disso, mas, mesmo assim, mantivemos o nosso compromisso e cumprimos com tudo o que havia sido acordado”, disse José Eduardo Bettencourt. “Enquanto atleta de alto rendimento, foi um exemplo; como homem, não deixa saudades”, sublinhou o presidente da SAD do Sporting.

O presidente da SAD do Sporting criticou, ainda, os que opinaram, julgaram e criticaram o negócio da transferência de João Moutinho para o F. C. Porto. "O mercado é que determina o que é um bom negócio", disse.

Bettencourt referiu depois que o presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, afirmou que João Moutinho só jogaria nos "dragões" se "o Sporting visse isso com bons olhos".

José Eduardo Bettencourt confessou ainda que é difícil para os adeptos aceitarem este desfecho, garantindo que até a ele lhe custa, mas salientou que apesar da "mágoa profunda" está "satisfeito por o ver partir".