F. C. Porto

"Não ficamos excitados com esta vantagem", diz Conceição

"Não ficamos excitados com esta vantagem", diz Conceição

O treinador do F. C. Porto retira carga decisiva ao clássico com o Sporting e considera que os oito pontos de diferença entre as duas equipas deixam de existir quando o jogo se iniciar. Sem o revelar, deu a entender que Pepe será convocado.

"Este é um jogo com um rival que tem os mesmos objetivos do que nós. A responsabilidade é igual para os dois. Temos de entrar bem para podermos conquistar os três pontos diante de um adversário sempre difícil", disse Sérgio Conceição, na antevisão da partida em Alvalade.

"A diferença na tabela deixa de existir quando o árbitro apita. Não é o facto de poder ficar a 11 pontos que faz com que o Sporting vá sentir a pressão. Depois deste jogo, haverá ainda 51 pontos em disputa e muito jogo para jogar, por isso não ficamos excitados com esta vantagem. O F. C. Porto tem de estar no primeiro lugar e está habituado a isso", acrescentou.

Com a oportunidade de comentar pela primeira vez a contratação de Pepe, consumada esta semana, Conceição não escondeu a satisfação. "Veio com muita vontade de ajudar. É uma excelente pessoa e futebolisticamente toda a gente o conhece. É muito agradável poder trabalhar com um jogador com este currículo", afirmou, dando a entender que vai convocar o central, embora sem o revelar: "Está disponível e cabe-me a mim fazer a convocatória".

O técnico dos dragões também se mostrou contente com o horário da partida deste sábado (15.30 horas), dizendo que "faz bem ao futebol" e elogiou o trabalho de Marcel Keizer à frente dos leões. "O ambiente ficou diferente e o Sporting ganhou tranquilidade com este novo treinador, que está a ter um trajeto positivo, sabendo que o campeonato português não é fácil, independentemente da escola de onde se vem. É sempre bom ver treinadores a trazer coisas novas", salientou, antes de considerar uma "coincidência" o facto de o F. C. Porto sentir habitualmente muitas dificuldades em Alvalade, onde não ganha há mais de 10 anos.

"O Sporting é muito forte em casa. Não perde desde maio de 2017. Também sei que, em cinco jogos, nunca ganhei em Alvalade, mas as estatísticas dizem-me muito pouco", referiu.