Futebol

Negócio fechado. Vinícius no Benfica por 17 milhões de euros

Negócio fechado. Vinícius no Benfica por 17 milhões de euros

Carlos Vinícius vai ser oficializado como reforço do clube da Luz. O acordo entre Benfica e Nápoles foi definido na sexta-feira e o avançado realizou mesmo exames médicos já em Lisboa.

O Nápoles estipulou a fasquia dos 17 milhões de euros para negociar o jogador que aumenta o leque ofensivo de soluções dos encarnados, neste momento, confinadas a Raul de Tomas, Seferovic e Jota.

O brasileiro destacou-se em Portugal ao serviço do Real de Massamá, onde marcou 20 golos. Contratado pelo Nápoles na temporada transata, foi cedido ao Rio Ave onde confirmou a veia goleadora, com 14 tentos, rumando a meio da época para o principado do Mónaco. Sob o comando de Leonardo Jardim apontou dois golos. Voltou a Itália, mas já só de passagem e com destino à Luz, onde em breve será oficializado.

Mesmo sem a oficialização de Carlos Vinícius, a chegada do avançado foi abordada a mais de nove mil quilómetros. Em Stanford, na Califórnia, local de estágio do plantel, Bruno Lage reiterou que as águias continuam atentas ao mercado com a ideia de criar "um plantel equilibrado", "justo" e onde os atletas "sintam que há sempre um colega a competir pelo lugar". "O Benfica dá bem-estar aos jogadores e enquanto treinador quero retirar esse conforto dentro do campo".

E é essa insegurança que Vinícius vem dar a Raul de Tomas, Seferovic e Jota? "Não é insegurança, mas é não ter lugar garantido, embora não vá falar de ninguém em concreto". Mas é um jogador [Vinícius] com características muito diferentes de Jonas e João Félix ? "Claro, onde é que posso encontrar um Jonas e um João Félix no mercado? Por isso é que custou 126 milhões de euros", assumiu o treinador, que enfatizou a ideia de "superação" e a intenção de melhorar a performance da época anterior.