Mundial

Nikola Kalinic, o croata mais infeliz do momento que recusou ir a jogo

Nikola Kalinic, o croata mais infeliz do momento que recusou ir a jogo

Quando o croata Nikola Kalinic recusou entrar em campo alegando dores de costas, dois dias depois da estreia no Mundial, não estaria a prever que a seleção alcançasse a histórica vitória de chegar à final de um campeonato do mundo. Surpresa... aconteceu!

Contavam-se os últimos minutos do primeiro confronto do Grupo D, entre a Croácia e a Nigéria (2-0), disputado a 16 de junho, em Kaliningrado. O selecionador croata Zlatko Dalic mandou Kalinic aquecer para entrar em campo, aos 86, mas a suposta dor de costas falou mais alto e o avançado passou a oferta. A justificação, noticiou na altura a imprensa croata, não convenceu Dalic que acabou por expulsar o jogador do AC Milan da comitiva.

No fim da partida, em declarações aos jornalistas, o selecionador aludiu a um "problema" para justificar a recusa do jogador em ir a jogo e só dois dias depois é que foram conhecidas as consequências finais. Entretanto, já alguns jornais desportivos escreviam que Kalinic não estava satisfeito com o papel de segunda que desempenhava na seleção.

Em conferência de imprensa, o selecionador defendeu precisar de jogadores "saudáveis e em forma", razão pela qual iria prescindir de Kalinic. "O Nikola preparou-se para a Nigéria, era suposto entrar na segunda parte e disse que não estava pronto. Também não estava pronto no Brasil e nos treinos de ontem. Preciso de jogadores saudáveis e em forma, por isso mandei-o embora", disse.

O afastamento de Kalinic podia ter sido um duro golpe para a seleção croata na restante competição, por diminuir as opções de escolha de avançados, mas não foi. No final de contas, a Croácia está a um passo de se sagrar campeã mundial.

Nikola Kalinic, 30 anos, estreou-se pela seleção do país em maio de 2008, num jogo amigável contra a Moldávia. Em 42 partidas jogadas, marcou 15 golos. Depois de, no Euro 2012, não ter jogado sequer um minuto, um golo e uma assistência do avançado valeram à Croácia uma vitória frente à Espanha, no Europeu de 2016.

ver mais vídeos