Mundial feminino

Norte-americanas acusadas de falta de desportivismo

Norte-americanas acusadas de falta de desportivismo

Depois de terem começado a defesa do título mundial com uma goleada histórica frente à Tailândia, a seleção feminina dos EUA está a ser fortemente criticada.

As campeãs do mundo fizeram história esta terça-feira, frente à Tailândia, ao começar o Mundial de futebol feminino, em França, com uma expressiva goleada: 13-0. O resultado, o mais desnivelado da história da competição que vai na oitava competição, esteve em destaque nas redes sociais mas não pelos melhores motivos.

As atletas foram acusadas de falta de desportivismo pela forma exuberante como festejaram os golos, mesmo quando o resultado já estava bastante dilatado. Uma "falta de respeito" e de "cultura desportiva", apontaram muitos, tendo até sido criada a hashtag #UglyAmericans no Twitter.

"Como canadianas, nunca faríamos uma coisa parecida. A meu ver, foi uma falta de respeito, foi um escândalo. A atitude delas foi excessiva e desrespeitosa", disse Kaylyn Kyle, antiga internacional.

Polémicas à parte, a selecionadora norte-americana Jill Ellis saiu em defesa da equipa​​​​​: "Isto é um Campeonato do Mundo, todas as equipas presentes foram fantásticas nas respetivas qualificações. Respeitar os adversários é jogar ao máximo contra eles", atirou.

Veja os golos do jogo: