O Jogo ao Vivo

João Félix

"O que mais me chamou a atenção no Atlético é a paixão que há"

"O que mais me chamou a atenção no Atlético é a paixão que há"

O internacional português João Félix é a estampa da edição de esta segunda-feira na capa do jornal espanhol "AS", na primeira entrevista desde a tão falada transferência milionária para o Atlético de Madrid.

O avançado, de 19 anos, explicou as razões que o levaram a optar pelos colchoneros, a forma como foi recebido pelos colegas, a ambição para a época e sobre a exibição no primeiro dérbi madrileno.

João Félix afirmou ter preferido ir para o Atlético por ser "um clube que trabalha muito bem e forma muito bons jogadores". "Como já vi que o Cholo [Diego Simeone] trabalha muito bem com os avançados, isso ajudou-me a escolher", acrescentou o português, anotando que antes de assinar teve uma conversa, por telefone, com o treinador, que acabou por ser decisiva. "Só falamos uma vez, mas foi suficiente", afirmou, contando que Simeone lhe disse que ele "iria aprender muito e o iria ajudar a crescer e a melhorar outras coisas".

O jogador mostrou-se também bastante satisfeito pela receção que teve. "Estou muito contente, os meus companheiros receberam-me muito bem e isso ajuda muito à minha integração no Atlético", salienta o jovem craque, continuando: "O que mais me chamou a atenção no Atlético é a paixão que há. É como uma família, somos como irmãos, como se diz, e isso vê-se logo nos primeiros dias".

Sobre as expectativas elevadas dos adeptos, mais não seja devido aos números envolvidos na transferência da Luz para Madrid - custou mais de 120 milhões de euros aos colchoneros - Félix espera não os desiludir. "Quero fazer o meu trabalho, dar o meu melhor para ajudar a equipa a ter muitas conquistas. Seria muito bom que tudo o que falam de ser um dos jogadores da Liga Espanhola me acontecesse, mas tem de ser de forma natural. Só se a minha equipa for bem é que estarei entre os três ou quatro melhores jogadores. De outra maneira seria impossível. A única ilusão e objetivo neste momento é ajudar a equipa", acrescentou, refutando que sinta mais pressão pela idade.

"Sim, tenho 19 anos, mas é a minha profissão e estou acostumado a isso. É mesmo assim e eu sei. O meu primeiro ano no Benfica não foi fácil, sobretudo ao princípio. Mas depois com a ajuda dos meus companheiros tudo saiu bem. Espero que seja assim também no Atlético", atirou João Félix, assumindo a ambição de ganhar tudo pelo clube, inclusive a tão desejada Liga dos Campeões. "É o meu sonho desde criança e vamos tentar lutar por ela. Seria incrível poder ganhá-la no Atlético", completou.

No dérbi contra o Real Madrid, disputado nos Estados Unidos e que os colchoneros ganharam por 7-3, o avançado português esteve em destaque com um golo e várias assistências, um desfecho ainda melhor do que o sonhado. "Foi muito bom, acabei o jogo muito contente. O meu primeiro dérbi e fazer o que fiz é um pouco difícil e por isso estou muito contente. Superou o que tinha imaginado", confessou.