F. C. Porto

Os 37 anos de Pinto da Costa com via aberta para os 42

Os 37 anos de Pinto da Costa com via aberta para os 42

Completam-se, esta terça-feira, 37 anos desde que Pinto da Costa tomou posse, pela primeira vez, como presidente do F. C. Porto, clube que elevou para patamares de glória, tanto em termos nacionais como internacionais.

O dirigente, em funções, mais antigo e mais titulado do Mundo está longe de se encontrar em fim de ciclo. O atual mandato termina em 2020, é certo, mas a recandidatura para mais um quadriénio (2020-2024) será oficializada em breve: ao que apurou o JN, entre o final da presente temporada e o arranque da próxima.

Correndo tudo dentro do previsto, Pinto da Costa celebrará esta data, pelo menos, até aos 42 anos de presidência. Os portistas agradecem, entre eles, o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, e o treinador André Villas-Boas que, conforme o JN deu conta em exclusivo, já assinaram a recandidatura.

Voltando a 23 de abril de 1982, o presidente tomou posse seis dias depois de ter sido eleito com 95% dos votos. Pinto da Costa já tinha uma legião de apoio, mas ainda estava longe de atingir a idolatria que recebe hoje em dia dos adeptos, tudo fruto da forma como catapultou o F. C. Porto para conquistas nunca vistas até chegar ao poder, cumprindo com o que tinha prometido no "slogan" dessa primeira corrida eleitoral: "Se queres um F. C. Porto forte em Portugal e na Europa, vota na lista B, Jorge Nuno Pinto da Costa".

Todavia, a obra do presidente está longe de se limitar aos quase 1300 títulos que ajudou o F. C. Porto a conquistar, pois também há as infraestruturas que ergueu e o constante combate ao centralismo.

Datas marcantes:

1982 :Pinto da Costa vence as eleições, sem concorrência, para a presidência.

1985: À terceira foi de vez: o F. C. Porto é campeão nacional pela primeira vez com Pinto da Costa. Antes, já tinha conquistado a Supertaça (1983) e a Taça de Portugal (1984).

1987: Com os golos de Madjer e Juary, o F. C. Porto levanta a Taça dos Clubes Campeões Europeus. Nesse mesmo ano torna-se campeão do Mundo, ao vencer a Taça Intercontinental. A Supertaça Europeia chega em 1988.

1997: O F. C. Porto é o primeiro clube a formar uma SAD.

1999: Dragões conquistam o primeiro e único pentacampeonato do futebol português.

2003: É inaugurado o Estádio do Dragão, um ano depois do centro de treinos. Neste período, o F. C. Porto conquista a Taça UEFA, a Champions e a Taça Intercontinental.

2009: Inaugura o Dragão Caixa e, no que toca a infraestruturas, ainda viria a abrir o museu, em 2013.

2011: Conquista a Liga Europa com André Villas-Boas, num ano que ainda rendeu campeonato e Taça.

Imobusiness