Rali Dakar

Peterhansel de volta à liderança em automóveis

Peterhansel de volta à liderança em automóveis

O francês Stéphane Peterhansel (Mini) regressou à liderança da classificação de automóveis do rali de todo-o-terreno Dakar2012, após vitória na quarta etapa, que terminou em Chilecito, norte da Argentina.

O português mais bem classificado, Carlos Sousa (Haval), subiu um lugar na geral, para oitavo, tendo concluído a tirada, de 326 quilómetros de "especial", no sexto lugar, a 11.40 do vencedor.

Em 11.º nesta quarta etapa, Ricardo Leal dos Santos (Mini) voltou a estar próximo do seu real valor, depois do infortúnio da véspera, em que perdeu mais de duas horas e meia, com o automóvel atolado num lamaçal. Chegou a 14.37 de Peterhansel.

O anterior líder do Dakar, o polaco Krzysztof Holowczyc, foi quinto e perdeu 10.51 para Peterhansel, que assim conseguiu recuperar a liderança perdida na véspera.

Peterhansel ganhou em 3:49.33, com o argentino Orlando Terranova (Toyota) a 5.19 e o sul-africano Giniel de Villiers (Toyota) a 6.42.

Na classificação geral, Peterhansel comanda, com 9:43.20 horas. De Villiers a 5.41 e o espanhol Joan Roma (Mini) a 6.44 fecham o pódio provisório.

Carlos Sousa está a 30.45 minutos do líder e Leal dos Santos a 3:02.36 horas, tendo subido de 50.º para 29.º.

Na quinta-feira corre-se a quinta etapa, a última antes de a caravana passar para o Chile, entre Chilecito e Fiambalá. Serão 265 quilómetros de "especial" para as motos e apenas 177 para os automóveis. A nota do dia é a duna branca da região de Fiambalá, que em edições anteriores tem sido "fatal" para as aspirações de vários pilotos, vítimas de erros de navegação. Foi lá que em duas ocasiões o espanhol Carlos Sainz "perdeu" o Dakar.

Imobusiness