Futebol

Pinto da Costa: "Não mudo a opinião por causa de um imbecil"

Pinto da Costa: "Não mudo a opinião por causa de um imbecil"

"Não mudo a opinião por causa de um ou outro imbecil, um deles até com cargo dirigente, que pense o contrário. Não sou imbecil, sou português e estou muito feliz pela presença de três equipas portuguesas na Liga dos Campeões", disse o presidente do F. C. Porto, em clara resposta a Rui Gomes da Silva, vice-presidente do Benfica, que disse desejar que "o F. C. Porto fosse eliminado" e que "perdesse por muitos".

Sobre o mercado, Pinto da Costa admitiu que há negociações, "sobretudo pelo Óliver". Também conseguimos renovar com André Silva, porque corríamos o risco de o perder. Estava a ser muito assediado por clubes alemães", disse, acrescentando que também há negociações para a venda de Aboubakar, que houve sondagens por Indi e que "por Brahimi não há nada".

Já no lançamento do jogo com o Sporting, adiantou: "As vitórias são todas importantes, mas nada muda. Se estivéssemos eliminados nada também mudaria o nosso objetivo para Alvalade".

A rematar, arbitragem à baila: "Será sempre contestada de cada vez que o Benfica não ganhe, mesmo que não haja casos, como no jogo com o Setúbal".