Desporto

Pinto da Costa recebeu assistência médica no avião

Pinto da Costa recebeu assistência médica no avião

Durante a viagem de regresso do F. C. Porto a Portugal, o presidente Pinto da Costa sentiu-se indisposto e teve de receber assistência médica em pleno avião.

Na ressaca da derrota do F. C. Porto no terreno do APOEL (2-1), no Chipre, sensivelmente a meio da viagem de regresso a Portugal, Pinto da Costa sentiu-se mal e teve de receber assistência de Nélson Puga, médico da equipa portista, durante mais de meia hora.

O presidente deitou-se nos quatro bancos centrais do avião, mas grande parte dos passageiros nem se apercebeu da situação pois encontrava-se a dormir. O capitão Helton, o director-geral Antero Henrique e o administrador Reinaldo Teles também estiveram a auxiliar Pinto da Costa durante os momentos em que este se sentiu indisposto.

Quando o avião aterrou no aeroporto Francisco de Sá Carneiro, o presidente saiu do pelo próprio pé ao lado da companheira Fernanda Miranda, em direcção ao automóvel que o esperava no parque de estacionamento. Segundo foi possível saber, não foi ao hospital.