Primeira Liga

Primeiro empate sem golos da Liga foi "obra" de Belenenses e V. Setúbal

Primeiro empate sem golos da Liga foi "obra" de Belenenses e V. Setúbal

Belenenses e Vitória de Setúbal colocaram, este sábado, um "ponto final" em 29 jogos da presente edição da I Liga portuguesa de futebol com golos, ao não saírem de um nulo (0-0), na quarta jornada.

Ao 30.º encontro do campeonato, o terceiro da quarta jornada, registou-se o primeiro empate sem golos, no qual "azuis de Belém" e sadinos também ficaram pela primeira vez em branco.

O Belenenses somou o segundo empate na prova, depois de na ronda anterior ter cedido uma igualdade tardia em Moreira de Cónegos, enquanto o Vitória de Setúbal registou a primeira igualdade, que sucedeu a dois desaires seguidos, com Sporting e Nacional.

Silas aplicou uma fórmula testada na pré-época, com Fredy no vértice mais ofensivo do losango de meio-campo, no apoio a Licá e Keita, na procura de explorar eventuais espaços concedidos pelo Vitória no espaço interior.

Contudo, os sadinos entraram muito agressivos no jogo e iam ganhando quase todos os duelos individuais, com particular destaque para Hildeberto, embora tenha pertencido a Éber Bessa a primeira grande situação.

A resposta dos 'azuis' foi travada, de forma providencial, por Vasco Fernandes, quando Keita se preparava para ficar sozinho perante Joel Pereira e com boas condições para finalizar. O guarda-redes vitoriano ainda teve de se aplicar nos remates de Fredy e Licá, o mesmo sucedendo com Muriel, em cima do intervalo, perante a tentativa de Cádiz.

No regresso do descanso, Joel Pereira brilhou a grande altura, parando o cabeceamento de Keita. Ainda assim, o Belenenses não conseguia capitalizar o domínio, acabando por ceder nos últimos 30 metros, onde o V. Setúbal fechava os "caminhos".

De resto, até poderiam ter sido os setubalenses a ganhar vantagem, num cruzamento de André Sousa que tomou o caminho da baliza, mas esbarrou no ferro, numa altura em que os 'azuis' já jogavam com três centrais, libertando os restantes jogadores para o meio-campo ofensivo.

No entanto, a procura pelo golo ficou-se pelas intenções, cada vez menores à medida que se aproximava o final, e, assim, a I Liga 2018/19 teve o seu primeiro nulo, ao 30.º jogo disputado.

ver mais vídeos