Futebol

Rafa recorda episódio no Dragão: "O golo não nos servia"

Rafa recorda episódio no Dragão: "O golo não nos servia"

Rafa, que esta quarta-feira renovou contrato com o Benfica até 2024, fez um balanço da época e recordou um episódio no clássico com o F. C. Porto, no Dragão, que os encarnados venceram por 2-1.

No dia em que prolongou a ligação com o Benfica, Rafa Silva, um dos destaques da época encarnada, não considerou ter tido a melhor temporada da carreira e mostrou-se feliz com a renovação.

"Todas as épocas são diferentes, não me preocupa a época que passou, só penso na próxima. Gosto de estar no Benfica, sempre fui bem recebido. O projeto do clube foi a razão para querer manter este vínculo. Nas outras épocas não fiz tantos golos, mas sempre estive bastante tranquilo. E agora que marquei também estou tranquilo. Não acho que a época tenha sido melhor por causa desses golos, mas sim por ter contribuído para a equipa", começou por dizer em declarações à BTV.

O avançado português recordou ainda um episódio no Estádio do Dragão, no clássico com o F. C. Porto. Quando João Félix fez o golo do empate, ajoelhou-se perto dos adeptos dos azuis e brancos e Rafa foi a correr em direção ao avançado, obrigando-o a regressar ao meio-campo.

"Queremos sempre ganhar. O que me motivou nesse momento e a toda a equipa era o querer ganhar. Aquilo [o golo do empate no Estádio do Dragão] não nos servia. Não penso na ambição em termos individuais, mas em termos coletivos. Porque isso envolve os meus colegas de equipa, que considero família. Por vezes passamos mais tempo dentro do balneário do que fora. As pessoas que não estão lá dentro não sabem, mas quem lá está dentro sabe a amizade que temos", explicou.

Rafa Silva foi uma das grandes figuras do título benfiquista, marcando 17 golos em 26 jogos no campeonato, tendo assinado, ainda, dois na Taça de Portugal e outros tantos na Taça da Liga.