Baião

Rashed Al Qemzi vence GP de Portugal de F2 em motonáutica

Rashed Al Qemzi vence GP de Portugal de F2 em motonáutica

O piloto dos Emirados Árabes Unidos, Rashed Al Qemzi, confirmou o favoritismo e venceu, esta tarde de domingo, o Grande Prémio de Portugal de F2 realizado no rio Douro, em Baião. À sétima volta, o árabe já estava a dobrar o último da geral, Gavin Bricker (Austrália).

Duarte Benavente, o piloto "do povo" português foi o segundo a ver a bandeira de xadrez agitada pelo Secretário de Estado do Desporto, João Paulo Rebelo, que em representação do Governo deu solenidade à competição que contou para o Mundial de F2.

Rashed Al Qemzi gastou 36 minutos e 38 segundos nas 44 voltas do circuito com um andamento médio dos 132,89 quilómetros por hora.

Duarte Benavente gastou mais 0:11.19 que o vencedor e menos 0.24.78 que Edgaras Riabko (Lituânia), o Campeão da Europa em título.

O português que tinha arrancado do segundo lugar na grelha de partida, logo após Rashed, acabou por cair para o terceiro lugar na sequência de uma interrupção da prova na primeira volta motivada por um despiste de Daniel Segenmark : o sueco na primeira curva do percurso não conseguiu controlar a embarcação face à agitação das águas motivada pelo arranque simultâneo de 20 pilotos; em consequência o diretor de prova suspendeu a corrida.

Na segunda largada, Edgaras Riabko conseguiu escapar a Benavente e até à 40.ª volta manteve-se no segundo lugar. Porém, o piloto português não baixou os braços e nas derradeiras voltas ao circuito ultrapassou o lituano para gáudio dos milhares de espetadores que, debruçados sobre o rio Douro, assistiram ao Grande Prémio de Portugal.

Numa prova dominada pelos homens, a sueca Bimba Sjöholm cortou a meta no 10.º da geral.

ver mais vídeos