Euro 2020

Dyego Sousa e Félix chamados por Fernando Santos

Dyego Sousa e Félix chamados por Fernando Santos

O selecionador Fernando Santos anunciou, esta sexta-feira, os convocados de Portugal para o arranque da qualificação para o Euro 2020 de futebol.

Uma das grandes novidades na convocatória da seleção portuguesa é a chamada de Dyego Sousa, avançado do Braga nascido no Brasil, e um dos melhores marcadores do campeonato português que se estreia na equipa das quinas. O avançado benfiquista João Félix e Jota, que atua no Wolverhampton, são outras das novidades, que se estreiam na seleção principal.

O brasileiro e o jovem encarnado juntam-se a Cristiano Ronaldo, que regressa à seleção depois de ter estado ausente na fase de grupos da Liga das Nações, por opção de Fernando Santos e também do próprio avançado.

Ronaldo representou pela última vez a seleção no Mundial 2018, que decorreu na Rússia, numa prova em que Portugal acabou eliminado nos oitavos de final, com uma derrota perante o Uruguai (2-1).

Portugal começa a defender o título europeu conquistado em 2016, em França, frente à seleção da Ucrânia, em 22 de março, no Estádio da Luz, em Lisboa, recebendo três dias depois a Sérvia, no mesmo recinto, estando o início de ambos os jogos agendados para as 19.45 horas.

A seleção nacional vai disputar o Grupo B de apuramento para o Campeonato Europeu de 2020, que inclui ainda a Lituânia e o Luxemburgo.

Pela primeira vez, a fase final da competição vai decorrer em 12 cidades de 12 países diferentes, com Londres a receber os jogos das meias-finais e da final.

O selecionador assumiu, ao principio da tarde desta sexta-feira, em Oeiras, a meta de revalidar o troféu num novo ciclo de maior responsabilidade face ao estatuto inédito de campeão europeu.

"Importante é perceber claramente que este é um novo ciclo, onde não somos só candidatos, mas temos mais responsabilidade. Vamos entrar na condição de campeões e fazer tudo para revalidar o título. Algo inédito que creio só a Espanha terá conseguido fazer", assumiu Fernando Santos após, anunciar o nome dos 25 eleitos para os jogos diante da Ucrânia (22) e Sérvia (25), referentes ao início da caminhada de apuramento do Euro 2020.

Cristiano Ronaldo volta aos eleitos depois de ter jogado pela última vez com o Uruguai, no jogo do afastamento do Mundial da Rússia, em Junho de 2018.

"É o melhor jogador do mundo que regressa à sua equipa. Nenhuma equipa será alguma mais forte sem CR7", sublinhou o treinador, rejeitando qualquer surpresa com a recente performance do jogador - Hat-trick diante do Atlético de Madrid. "Não fez mais do que com a Espanha no Mundial.

Nada me surpreende nele. Surpreendeu-me sim, aos 18 anos, quando o conheci", acentuou, lembrando o jogo em que o avançado também marcou os três golos lusos, no empate com a Espanha.

João Félix, Jota e Dyego Sousa são as novidades absolutas da lista de 25 jogadores.

Questionado sobre o avançado das águias, recordou que será mais um sem qualquer estatuto especial. Já sobre o bracarense, naturalizado português, lembrou que se encontra no país desde os 18 anos. "Sempre disse que todos os jogadores com condições têm a possibilidade de ser convocados. E entendi chamá-lo", observou.

Lista de convocados:

Guarda-redes - Beto (Goztepe), José Sá (Olympiakos) e Rui Patrício (Wolverhampton).

Defesas - João Cancelo (Juventus), Nélson Semedo (Barcelona), José Fonte (Lille), Pepe (FC Porto), Rúben Dias (Benfica), Raphael Guerreiro (Borussia Dortmund) e Mário Rui (Nápoles).

Médios - Danilo Pereira (FC Porto), Rúben Neves (Wolverhampton), William Carvalho (Bétis), Bruno Fernandes (Sporting), João Mário (Inter), João Moutinho (Wolverhampton) e Pizzi (Benfica)

Avançados - Bernardo Silva (Manchester City), João Félix (SL Benfica), Gonçalo Guedes (Valencia) Rafa Silva (SL Benfica), André Silva (Sevilha), Cristiano Ronaldo (Juventus), Diogo Jota (Wolverhampton) e Dyego Sousa (SC Braga).