Sub-21

Rui Jorge triste e frustrado pela derrota portuguesa

Rui Jorge triste e frustrado pela derrota portuguesa

O selecionador luso de Sub-21 assumiu a frustração pelo desaire na final do Europeu, perante a Suécia. Rui Jorge disse-se orgulhoso com o que os jogadores fizeram na competição, mas reconheceu que "não é igual ficar em primeiro ou em segundo".

A derrota no desempate por penáltis, na final realizada em Praga, deixou o treinador português muito desiludido. "Fizemos tudo para obter outro resultado. Em 15 jogos oficiais, não marcámos em dois e este foi um deles. Os jogadores tiveram um comportamento incrível nos últimos dois anos e é frustrante chegar à final e perder. Não é igual ficar em primeiro ou em segundo. Estou triste pelos jogadores porque mereciam outra coisa", afirmou Rui Jorge, depois do jogo.

O técnico admitiu que faltou eficácia a Portugal nesta final com a Suécia e também ser melhor do que o adversário. "Foi um jogo equilibrado, mas tivemos as nossas oportunidades. Falo em sorte quando ganho e também falo quando perco. Não a tivemos hoje, naquela bola à trave do Sérgio Oliveira e noutra que passou perto. A nossa equipa teve sempre muita paixão e entrega, mas não chegou", referiu.

Quanto à quebra física da equipa a partir da segunda parte, Rui Jorge reconheceu que teve peso no desfecho do encontro. "Tivemos de disputar cinco jogos. Não é fácil para nenhuma equipa e para a nossa também não foi. Pode ter faltado algum discernimento, mas não deixamos de tentar a vitória", disse.

Imobusiness