Desporto

Rui Pedro Silva em terceiro na Maratona do Porto

Rui Pedro Silva em terceiro na Maratona do Porto

Rui Pedro Silva (Benfica) garantiu, este domingo, o terceiro lugar no pódio da 10.ª Maratona do Porto, ficando os dois primeiros lugares entregues ao queniano Joash Mutai, vencedor da prova, e ao etíope Getachew Abayu.

Esta foi a segunda vez que um atleta português conseguiu ficar entre os três primeiros na prova do Porto, depois de Alberto Chaíça ter conseguido o segundo lugar em 2002.

Rui Pedro Silva mostrou-se muito satisfeito com o terceiro lugar, mas admitiu que "o principal objetivo traçado antes da prova era chegar em primeiro".

"O meu objetivo era ser o primeiro português a ganhar a Maratona do Porto. Mas, por volta dos 35 quilómetros, deu a 'dor de burro' e tive que afrouxar. Nos últimos quilómetros sofri muito, os dois atletas africanos ainda me fugiram, por volta dos 39 consegui ir buscá-los mas já vinha muito desgastado. A 500 metros do fim eles forçaram o ritmo mas eu já não conseguia. Mas foi muito bom", explicou o atleta português.

A meio da prova, quando as coisas não estavam a correr tão bem, Rui Pedro Silva confessou que lhe passaram "várias coisas pela cabeça, uma delas foi desistir".

"Mas andei tanto tempo a preparar-me para a Maratona e não era a sete quilómetros que ia desistir. Por isso, sofri muito", disse ainda.

O primeiro lugar no pódio "é um objetivo que fica para o próximo ano".

Na corrida feminina, o pódio foi constituído completamente por atletas africanas, tendo a primeira classificada, a etíope Chaltu Waka, registado o tempo de 2:37.47 horas.

A melhor portuguesa foi Anália Rosa, que chegou na quarta posição.

Jorge Teixeira, organizador da prova, fez um balanço positivo da 10.ª edição da Maratona do Porto e mostrou-se confiante para os próximos anos.

"O balanço que faço é extremamente positivo. Primeiro porque era um projeto em que ninguém acreditava e já faz 10 anos e segundo porque há 10 anos tínhamos 300 inscritos e hoje temos mais de 3 mil na distância rainha da maratona", começou por explicar o responsável que concluiu ainda: "Acho que daqui a três quatro anos vamos ter mais de 10 mil pessoas a correr a distância de 42 quilómetros".

ver mais vídeos