Futebol

Sem conseguir correr, Vieirinha entrou para ser adorado na festa do PAOK

Sem conseguir correr, Vieirinha entrou para ser adorado na festa do PAOK

Os festejos do título de campeão grego pela equipa de Salónica ficam marcados por momentos arrepiantes pela entrada em jogo do futebolista português.

O PAOK Salónica foi campeão ao fim de 35 anos, mas para além dos festejos loucos que fizeram tremer o Estádio Toumba e inundaram Salónica houve outro momento que ficará para sempre como símbolo destas celebrações. Culpa do internacional português Vieirinha, capitão e símbolo do clube.

A recuperar de uma rotura de ligamentos que o afastará dos relvados por mais alguns meses, Vieirinha entrou em campo aos 90 minutos para entrar nos festejos e viver, de certeza, momentos únicos na carreira.

Mesmo sem conseguir correr, o lateral luso foi premiado pelo treinador Lucescu e recebeu uma das maiores ovações da carreira. Visivelmente emocionado, Vieirinha passou os minutos das compensações encostado à linha antes de cumprir o sonho de ajudar a ver o PAOK ser campeão grego pela terceira vez na história.

As imagens ficam para sempre.