Futebol

Sérgio Conceição: "A Liga quase por birra marcou um jogo para sábado. Foi um capricho"

Sérgio Conceição: "A Liga quase por birra marcou um jogo para sábado. Foi um capricho"

Em antevisão ao encontro de quarta-feira, frente ao Liverpool, Sérgio Conceição deixou críticas à Liga por marcar o jogo do F. C. Porto com o Santa Clara já no próximo sábado. Segundo o técnico, o "capricho" dificultou a preparação do encontro com a equipa inglesa.

"Depois de jogarmos com o Liverpool, sábado temos o jogo com o Santa Clara. A Liga, quase por birra, marcou o nosso jogo para sábado quando jogamos na quarta. É um capricho da Liga para equilibrar em relação à outra equipa [Benfica] que joga na Europa. Isso não faz sentido nenhum", começou por dizer Sérgio Conceição, dando o exemplo da liga holandesa, que "protegeu" o Ajax.

"Podemos dizer que na Holanda, na semana em que o Ajax jogou com o Real Madrid, não jogou para o campeonato, descansou. Isso chama-se proteção a uma equipa que está na maior prova de clubes. Não sei se foi por isso, mas de certeza que ajudou o Ajax a passar aos quartos. Não sei o que queremos deste campeonato. Quem decide na Liga tem de explicar o porquê de não jogarmos na segunda-feira, um dia livre onde só há um jogo que é na BTV. Podia compreender pela operadora se houvesse mais jogos, mas não há. Não se está a proteger a equipa que está na Liga dos Campeões. Fazer este jogo com o Santa Clara no sábado é uma preocupação para mim", continuou.

Ainda relativamente à data do jogo de sábado, o treinador do F. C. Porto considerou que o facto de a equipa ter de jogar no fim de semana atrapalhou a preparação do encontro de quarta-feira, frente ao Liverpool, no Dragão, a contar para a segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões.

"Estou com certas dúvidas em formar o onze em função desta surpresa que a Liga nos causou. A justificação oficial é na jornada em que jogámos com o Braga, jogamos no sábado e tínhamos de jogar na sexta. O melhor que nos deram foi sábado às 15.30 horas e não nos podiam dar duas benesses. Esta segunda não podia acontecer, tínhamos obrigatoriamente de jogar no sábado", atirou.

Quanto ao jogo com os reds, Sérgio Conceição disse que a equipa tinha de estar "concentrada" para conseguir dar a volta à eliminatória.

"O adversário é fortíssimo. Temos de estar muito concentrados e alerta, ser muito inteligentes naquilo que é a compreensão desses momentos e a ocupação de espaços. É importante para travar uma equipa que tem bastante mobilidade, que utiliza muito a verticalidade do jogo. Não é difícil analisar o Liverpool, é difícil contrariar, porque tem qualidade individual e coletiva muito grande", concluiu.

Herrera diz que a equipa pode fazer estragos

O médio mexicano, que ficou de fora na primeira mão, em Inglaterra, considerou que para um jogador é pior ver o jogo "de fora" e acredita que o F. C. Porto pode surpreender na quarta-feira.

"É pior estar fora. Mas vi que somos capazes de causar estragos a uma equipa com o o Liverpool, obviamente, tomando as precauções necessárias contra uma equipa tão poderosa. Em casa somos uma equipa forte, com a energia que nos dão os adeptos. Acredito que podemos causar estragos ao Liverpool e ter um resultado que nos possa manter na Champions", disse o mexicano.

O F. C. Porto recebe o Liverpool na quarta-feira em jogo a contar para a segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões. Na primeira mão, os dragões perderam por 2-0. O pontapé de saída está marcado para as 20 horas.