Futebol

Sérgio Conceição: "Aboubakar tem dado um grande contributo"

Sérgio Conceição: "Aboubakar tem dado um grande contributo"

Na análise ao jogo com o Santa Clara, o treinador do F. C. Porto referiu que a equipa teve "duas ou três ocasiões para matar o jogo". Como o segundo golo não surgiu e o jogo começou a pedir aos dragões "mais um elemento no corredor central", Sérgio Conceição optou por lançar Óliver Torres. Por isso, apesar de ter regressado aos convocados, Aboubakar ainda não foi a jogo.

"O Aboubakar é importante no grupo de trabalho e teve a palavra [na roda, no final do jogo] porque estava de regresso depois de muito tempo de fora. Ele tem dado um grande contributo, não em golos, mas no que é o espírito desta equipa. Temos um grande espírito de balneário, nisso somos fortíssimos", considerou Sérgio Conceição, este sábado, na entrevista rápida após a vitória sobre o Santa Clara.

Na sala de imprensa, o treinador do F. C. Porto voltou ao tema e deixou mais algumas palavras de confiança a Aboubakar: "Ele está em condições, por isso estava no banco em detrimento de outros jogadores. Era importante estar connosco, mas não para o público lhe bater palmas e o Aboubakar retribuir. Está a trabalhar há algum tempo, tem demonstrado que pode ser opção válida e decidi trazê-lo. No entanto, o jogo estava a pedir mais um elemento no corredor central e foi isso que lhe dei. Se tivéssemos feito o segundo golo acredito que o Aboubakar teria entrado, mas devido aos sinais de fadiga do Danilo [Pereira] e do Héctor [Herrera] decidi meter o Óliver".

Sérgio Conceição só não quis falar nos temas mais polémicos, como por exemplo o facto de os jogadores do Marítimo terem forçado o amarelo, a mando do treinador Petit, para limparem a folha disciplinar frente ao Benfica. Sem resposta direta ficou também o facto de as nomeações de árbitros para diversos jogos terem chegado antecipadamente ao domínio público. "Não sei, estive focado no jogo. Tive reunião com os jogadores, muita conversa e vídeo, não estive atento às notícias", desviou.

Direta foi a explicação para a ausência de Pepe na ficha de jogo: "Ele teve um problema muscular, nada de especial, mas não estava apto. Tal como o Corona estava debilitado. É a vida das equipas".

Imobusiness