Futebol

Sérgio Conceição: "Foi um jogo cruel e injusto"

Sérgio Conceição: "Foi um jogo cruel e injusto"

No final da derrota no Jamor, Sérgio Conceição não escondeu as lágrimas. O treinador do F. C. Porto considerou o resultado "injusto" e elogiou o trabalho dos jogadores.

"Foi um jogo cruel para nós. Tínhamos preparado o jogo com o intuito de ganhar nos 90 minutos, criámos oportunidades para isso. O Sporting foi competitivo, começou o jogo com algum equilíbrio, mas a partir de determinado período da primeira parte até ao fim tivemos mais de tudo. Foi cruel porque os jogadores fizeram um trabalho fantástico. Não chegou o trabalho que fizemos dentro do campo, acabamos por perder nos penáltis. É cruel e injusto. Mas a vida é isto", começou por dizer o treinador do F. C. Porto, considerando o momento "difícil".

"É um momento difícil para nós, sentimos muito e não foi por ver notícias diariamente de jogadores a entrar e a sair. Este grupo tem uma união muito grande e demonstraram isso, tiveram uma alma e uma crença enormes. Ver a minha família de sangue no relvado...eles mereciam e a família portista também, pela paixão com que vive este clube, é a mesma que nossa. Não tenho vergonha de verter uma lágrima, sou apaixonado por aquilo que faço", acrescentou.

Depois do jogo com o Sporting, Sérgio Conceição recusou cumprimentar Frederico Varandas. Questionado sobre o episódio, o treinador da equipa azul e branca recusou responder: "Não quero explicar".