F. C. Porto

Sérgio Conceição volta ao clássico: "É preciso mais consciência"

Sérgio Conceição volta ao clássico: "É preciso mais consciência"

Na conferência de imprensa de antevisão ao duelo da Taça de Portugal, frente ao Leixões, Sérgio Conceição voltou ao duelo do passado sábado, contra o Sporting, porque "estava engasgado" com algumas análises feitas após o clássico

Pepe foi o jogador portista mais falado na conferência de imprensa de Sérgio Conceição e a dada altura, quando questionado sobre a disponibilidade do central para jogar no imediato, o treinador voltou ao clássico com o Sporting e jogou ao ataque.

"Quem vai dizer isso é o Pepe. Ele esteve seis semanas parado e vinha de uma equipa com ideias diferentes das minhas. É preciso ele conhecer melhor o que nós queremos. Depois há o lado experiente do Pepe. Se esteve no banco, estava disponível para jogar. Ouvi muito burburinho... O Sérgio Oliveira não estava nas opções, porque os treinos não correram como eu queria. Estava o Mbemba, que pode ser lateral, central ou médio. Fala-se muito, mas se não se conhece não se fala para não dizer barbaridades. É preciso mais consciência, porque por vezes estão a falar para milhares de pessoas. E eu já não estou a falar só em relação ao Pepe, estou a falar em termos do jogo de Alvalade. Era o que tinha para dizer que estava engasgado", disparou o treinador.

Mais tarde, na hora de falar do descanso que a equipa técnica não tem tido, o treinador portista voltou ao tema e fê-lo no mesmo tom: "Por vezes não há, mas é esta paixão que nos move. Aligeirava um bocado se, por vezes, não ouvisse tanta barbaridade. Na primeira parte em muito momentos o F.C. Porto teve um terceiro médio, o Corona passou para dentro. Mas as pessoas falam sem saber. Entrámos em Alvalade da mesma forma como noutros jogos teoricamente mais fáceis e encontrámos um adversário que abdicou de pressionar, que deu a iniciativa ao F. C. Porto".

De resto, Sérgio Conceição falou com conhecimento sobre o Leixões, adversário no jogo desta terça-feira, a contar para a Taça de Portugal, no "mítico Estádio do Mar". O treinador portista lembrou que a equipa adversária "é apaixonada e aguerrida para satisfazer os exigentes adeptos" que tem e não espera qualquer tipo de facilidades por o Leixões jogar na LigaPro.

Sem querer revelar as alterações que fará no onze, confirmou que os lesionados Maxi Pereira e Danilo Pereira não entram nas contas e deixou Brahimi em dúvida para este próximo encontro. "Temos que dar tudo para passar esta eliminatória", alertou.

ver mais vídeos