Futebol

Sterling escreve manifesto contra o racismo

Sterling escreve manifesto contra o racismo

Raheem Sterling, avançado do Manchester City, escreveu, esta terça-feira, um manifesto a apelar à luta contra o racismo. O internacional inglês lembrou vários episódios racistas que aconteceram recentemente, como os insultos de que foi alvo no jogo frente ao Chelsea.

No manifesto publicado no diário britânico "The Times", Raheem Sterling apelou a uma mudança radical no futebol. "Parece-me incrível como, em 2019, haja a necessidade de escrever um editorial num jornal a apelar a mudanças radicais no desporto que amo. Porém, faço-o porque o problema do racismo no futebol é sério, profundo e está longe de ser solucionado", pode ler-se.

O avançado, de 24 anos, escreveu que o problema está enraizado e agrava-se. "Isto é a ponta do icebergue. Jogadores, adeptos e treinadores racistas estão a aparecer em todo o mundo. Todos os dias, desde os campos nos parques à Liga dos Campeões. As pessoas que gerem o desporto estão longe de fazer o suficiente para resolver o problema".

Imobusiness