Futebol

Tomané e a permanência: "Isto é de alguns, não é de todos"

Tomané e a permanência: "Isto é de alguns, não é de todos"

Após o encontro com o Chaves, que garantiu a permanência do Tondela na Liga, Tomané disse que a vitória foi "de alguns" e referiu que o duelo com os flavienses foi o último que disputou com a camisola do clube beirão.

Objetivo cumprido. Os beirões tinham obrigatoriamente de vencer o Chaves para garantir a permanência na Liga e conseguiram uma vitória expressiva (5-2). Tomané não marcou mas foi uma das figuras da época dos beirões. E, no final do encontro, foi bastante crítico e deixou claro que o objetivo se deveu "a alguns".

"Alguns jogadores levaram isto para a frente, se não fossem eles isto não ia a bom porto. É mérito de alguns que trabalharam até ao fim. É pena não estarmos todos juntos nesta luta. Parabéns aos adeptos. Mas isto é de alguns, não é de todos. Estivemos bem, o Tondela está na Liga e isso é que importa", começou por dizer, "despedindo-se" do Tondela.

"Não vou para o Braga. Não sei se é o último jogo mas em princípio é. Quero dizer que foi um orgulho imenso jogar aqui", concluiu o avançado de 26 anos.

A mesma opinião tem Cláudio Ramos, guarda-redes dos beirões: "Queríamos garantir este objetivo mais cedo. Andámos muito tempo da época sozinhos. O que o Tomané disse é verdade, num plantel de 26 jogadores alguns não estão comprometidos com a equipa. É o futebol", disse.