Título

Um pote de ouro à espera do novo campeão nacional

Um pote de ouro à espera do novo campeão nacional

Contas feitas, o campeão encaixa cerca de 70 milhões de euros. A luta pelo título chega ao fim este sábado, e quem ganhar fica com os bolsos cheios.

Aí está o momento de respirar fundo e viver as emoções do último assalto. Um dos campeonatos mais disputados da história moderna chega hoje ao fim e, para além da vertente meramente desportiva e emocional, que é a que conta mais para os adeptos, sempre desejosos de títulos, está também em jogo a saúde financeira de Benfica e F. C. Porto, que protagonizaram uma luta eletrizante pela conquista da Liga.

Ser campeão não significa apenas abrir as garrafas de champanhe e cantar a vitória sobre o rival, significa também um encaixe significativo no cofre forte de cada administração. No topo das contas, surge a entrada direta na Liga dos Campeões, que prevê uma verba superior a 40 milhões.

Na última época, a UEFA atribui um prémio mínimo de 15,25 milhões de euros a cada clube que garanta o apuramento para a fase de grupos, sendo que depois o organismo que tutela o futebol europeu ainda entrega um bónus a cada um dos clubes apurados. Esse prémio extra começa nos 27 milhões, mas pode aumentar consoante o ranking de cada emblema. Na última época, por exemplo, o F. C. Porto encaixou 42,5 milhões por ter acesso direto à fase de grupos. Um verdadeiro pote de ouro no final de um arco-íris.

A esta receita, junta-se o aumento de vendas de merchandising, fruto do entusiasmo dos adeptos. O impacto da conquista do título tem efeito imediatos na venda de produtos e bilhetes para a época seguinte. O F. C. Porto, campeão na época transata, dá conta disso no Relatório e Contas 2017/18, onde se verificou um aumento de merchandising e bilheteira, que resultou num encaixe de 15 milhões, mais três que no ano anterior.

Patrocínios especiais

Nestas contas, acrescenta-se o prémio dos patrocinadores. "É normal nos grandes. Está contemplado o pagamento de um bónus porque quem é campeão vai ter mais visibilidade, mais fotos nos jornais e imagens na televisão", explica Daniel Sá, diretor executivo do IPAM (Instituto Português Administração e Marketing), que explica a dificuldade de avançar com um número específico: "São muitos milhões. Não se compara ao prémio da Liga dos Campeões, mas, pela minha sensibilidade, num ano bom, pode andar à volta dos trinta por cento [12 milhões]".

Festa do título e tudo ao pormenor em direto no site e Facebook do JN

Em dias especiais, o Jornal de Notícias também produz conteúdos especiais e hoje tem preparada uma emissão especial para os estimados leitores. A partir das 20.25 horas, haverá uma emissão especial em direto através do site e do Facebook do JN com a presença de ilustres convidados. José Gomes, treinador do Reading, com passagens por F. C. Porto e Benfica, irá analisar os momentos mais quentes da temporada e terá a companhia do antigo árbitro Paulo Pereira, que irá também fazer o balanço da prestação dos homens do apito. As celebrações dos campeões nacionais serão acompanhadas ao pormenor e haverá ligações em direto às cidade de Lisboa, Porto, Braga, Famalicão, Paredes, Aveiro, Coimbra, Viseu, Viana e Setúbal. A comunidade internacional não será esquecida e também haverá diretos a partir de Luxemburgo, Canadá e EUA.