O Jogo ao Vivo

Ténis

US Open: Primeira ronda tranquila entre os favoritos

US Open: Primeira ronda tranquila entre os favoritos

A primeira ronda do US Open de ténis, o último torneio do Grand Slam da temporada, encerrou na madrugada desta quarta-feira, com as vitórias de Roger Federer, Nick Kyrgios, Maria Sharapova e Madison Keys.

Em Flushing Meadows, a sessão noturna arrancou com o suíço Roger Federer, número dois do ranking mundial, a defrontar o jovem de 22 anos Yoshihito Nishioka (117.º do circuito), no Arthur Ashe Stadium.

E uma década depois de vencer cinco títulos consecutivos em Nova Iorque, Federer disparou 56 "winners" e 14 ases em três sets, resolvidos por 6-2, 6-2 e 6-4 em uma hora e 52 minutos, para despachar o japonês que acedeu ao quadro principal com ranking protegido, devido a uma lesão no joelho esquerdo contraída em março de 2017, quando era número 58 da hierarquia ATP.

Em 18 participações, o detentor de 20 títulos do Grand Slam nunca perdeu na estreia do US Open, um "major" que procura vencer pela sexta vez.

"Está quase na hora de me retirar, mas ainda não é agora", garantiu Federer, após marcar encontro com o francês Benoit Paire na segunda ronda.

Ao contrário do suíço, o australiano Nick Kyrgios sentiu dificuldades inesperadas para eliminar o moldavo Radu Albot e passar à segunda ronda. O 30.º pré-designado, mesmo tendo cometido 55 erros não forçados e 14 duplas faltas, compensou essa irregularidade com 25 ases para superar o jovem de 23 anos, pelos parciais de 7-5, 2-6, 6-4 e 6-2.

"Não sei, sinceramente, qual foi o ponto de viragem. Para mim os pontos são todos iguais. Vou para a linha de serviço e tento bater na bola o mais forte possível", afirmou o australiano.

Kyrgios, que falhou oito torneios esta temporada devido a uma lesão no cotovelo e Washington por problemas na anca, tem como melhor resultado no US Open duas presenças na terceira ronda. Para igualar essa meta, terá de ultrapassar o próximo adversário Pierre Hugues, antes de eventualmente medir forças com Roger Federer na fase seguinte.

Destaque ainda para a vitória do japonês Kei Nishikori, ex-top cinco mundial e finalista do US Open em 2014, frente ao alemão Maximilian Marterer, por 6-2, 6-2 e 6-3, num encontro disputado em uma hora e 30 minutos.

Na competição feminina, e enquanto a finalista de 2018 Madison Keys eliminava a francesa Pauline Parmentier, por duplo 6-4, as veteranas Maria Sharapova e Patty Schnyder encerravam a primeira ronda no renovado Louis Armstrong Stadium.

Aos 39 anos a suíça Schnyder, jogadora mais velha a aceder ao quadro principal de um Grand Slam na 'era Open' através do 'qualifying', não conseguiu fazer frente à russa e campeã do US Open 2006, que fechou o embate por 6-2 e 7-6 (6).

O próximo desafio de Sharapova, de 31 anos, será ante a romena Sorana Cirstea.

ver mais vídeos