Desporto

Vanessa demarca-se das críticas a Vicente Moura

Vanessa demarca-se das críticas a Vicente Moura

A triatleta portuguesa afirmou esta quarta-feira que o presidente do Comité Olímpico de Portugal “fez o melhor possível” para que todos os atletas “estivessem bem” nos Jogos Olímicos de 2008.

“Acho que toda a gente deu o seu melhor e não tenho muito a críticar”, disse Vanessa Fernandes. 

A Comissão de Atletas Olímpicos rejeitou apoiar a recandidatura de Vicente Moura ao cargo de presidente do COP.

Segundo Nuno Fernandes, presidente da Comissão, "o presidente do COP não se tem portado à altura dos atletas. Fomos abandonados quando mais precisávamos de apoio.

Gostaríamos que o movimento associativo ouvisse os atletas e encontrasse alternativas. Gostávamos de uma mudança".

Para a triatleta, durante a estadia da comitiva portuguesa na capital chinesa, o presidente do COP "deu o seu melhor e fez o melhor possível para que todos estivessem bem".

"Não me senti nem abandonada nem nada disso e não devo criticar o trabalho que alguém tenha feito. Não me senti mal com o presidente do COP, Vicente Moura", acrescentou Vanessa Fernandes.

Embora discorde com a Comissão de Atletas Olímpicos, atleta salientou que não quer “entrar em conflito com ninguém”.

"São livres de dizer aquilo que acham. Eles, como estiveram mais na aldeia olímpica, talvez tenham sentido algo que eu não senti", explicou.

Relativamente às eleições para a presidência do COP, marcadas para Março do próximo ano, Vanessa Fernandes recusou comentar a recandidatura do actual presidente, frisando apenas que “tudo resulte no melhor para o desporto português”.