O Jogo ao Vivo

Ténis

Wozniacki eliminada do US Open e Djokovic segue à terceira ronda

Wozniacki eliminada do US Open e Djokovic segue à terceira ronda

Caroline Wozniacki foi eliminada por Lesia Tsurenko na quinta-feira, naquela que foi a maior surpresa da segunda ronda do US Open em ténis, que está a decorrer em Flushing Meadows, onde Novak Djokovic garantiu mais uma vitória.

Ao quarto dia "caiu" mais uma cabeça de série do torneio norte-americano, caso da dinamarquesa Caroline Wozniacki, segunda pré-designada, depois da número um mundial Simona Halep, na estreia. Wozniacki não resistiu à ucraniana Lesia Tsurenko (36.ª WTA) que levou a melhor e acedeu à terceira ronda, pelos parciais de 6-4 e 6-2.

Depois de entrar mal e a perder por 1-3 no primeiro "set", Tsurenko, de 29 anos, ganhou 11 dos 14 jogos seguintes para fechar o encontro. Mais solta, a tenista de leste, embora tenha cometido 38 erros não forçados face aos 35 da adversária, respondeu com 20 "winners" aos seis de Wozniacki para marcar encontro com a checa Katerina Siniakova na fase seguinte.

"Houve jogadas em que senti que as podia fechar e fazer uma grande jogada. Mas ela jogou bem. Devolveu muitas bolas. Esperou por bolas mais curtas e jogou de muitos ângulos", explicou a campeã do Open da Austrália que perdeu pela segunda vez consecutiva na segunda ronda de um "major", depois de Wimbledon.

Além do US Open já ter perdido três jogadoras do "top 10" mundial - Halep (1.ª), Wozniaki (2.ª) e Julia Goerges (9.ª) - é a primeira vez na "era Open" que as duas primeiras cabeça de série são eliminadas antes dos quartos de final.

No sentido inverso, a antiga campeã do US Open (2006) Maria Sharapova assegurou a continuidade na metrópole nova-iorquina, graças a um triunfo frente à 51.ª do "ranking" mundial Sorana Cirstea, por 6-2 e 7-5, em uma hora e 51 minutos.

Aos 31 anos e na 22.ª posição da hierarquia mundial, a russa detentora de cinco títulos do Grand Slam (Wimbledon em 2004, US Open em 2006, Open da Austrália em 2008 e Roland Garros em 2012 e 2014) vai agora defrontar Jelena Ostapenko, campeã de Roland Garros em 2017.

Na competição masculina, o sérvio Novak Djokovic (6.º ATP) ainda vacilou no terceiro "set" frente ao norte-americano Tennys Sandgren mas, feitas as contas, acabou por garantir a qualificação para a terceira ronda, pelos parciais de 6-1, 6-3, 6-7 (2) e 6-2.

"Joguei bem dois 'sets' e meio, mas depois perdi a concentração", justificou o sérvio detentor de 13 títulos do Grand Slam que desperdiçou um "match point" no terceiro parcial e viu-se obrigado a jogar o quarto "set".

Djokovic, bicampeão do US Open (2011 e 2015) e que nunca perdeu antes da terceira ronda em Flushing Meadows, vai medir forças com o francês Richard Gasquet, a quem ganhou 12 dos 13 encontros disputados entre ambos.

Marin Cilic, campeão do US Open em 2014, também está na terceira ronda, após a derrota imposta ao polaco Hubert Hurkacz, por 6-2, 6-0 e 6-0, tal como Kei Nishikori que beneficiou da desistência por lesão do francês Gael Monfils, quando o desafio estava 6-2 e 5-4.

ver mais vídeos