Futebol

Irão vai agir contra figuras em protesto e Taremi está envolvido

Irão vai agir contra figuras em protesto e Taremi está envolvido

Avançado do F. C. Porto foi uma das figuras públicas que protestou contra a morte de Mahsa Amini, que faleceu depois de ter sido agredida na sequência de uma acusação de não respeitar o código de vestuário das mulheres do Irão.

O governador do Teerão, capitão do Irão, referiu, em declarações à agência ISNA, que vai tomar medidas contra os protestantes da morte de Mahsa Amini. "Vamos agir contra as celebridades que atiçaram as chamas dos distúrbios", referiu Mohsen Masouri.

De recordar que Mahsa Amini, de 22 anos, faleceu a 16 de setembro após ter sido agredida por não respeitar o código de vestuário das mulheres iranianas. O avançado do F. C. Porto Mehdi Taremi foi uma das figuras públicas do Irão que se mostrou revoltado com o incidente que envolveu a jovem. O jogador mostrou-se "envergonhado" pela violência que as mulheres são sujeitas naquele país e assumiu uma posição de luto.

PUB

Outro protesto impactante foi o da seleção iraniana, orientada pelo português Carlos Queiroz. No particular com o Senegal, na altura do hino, a equipa apresentou-se com um casaco preto a tapar os símbolos do país.

Nas últimas duas semanas os protestos pela morte de Mahsa Amini têm-se intensificado e fortemente repreendidos pelas autoridades. Segundo a Iran Human Rights, já morreram 83 pessoas, incluindo crianças, na sequência desta onda de protestos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG