Futebol

Jesualdo Ferreira: "O Boavista não está com a maré de sorte"

Jesualdo Ferreira: "O Boavista não está com a maré de sorte"

No rescaldo da derrota frente ao Sporting, o treinador do Boavista deixou elogios aos leões e salientou que faltou "sorte" aos axadrezados.

"Os problemas que tivemos esta semana obrigaram-nos a adaptar três jogadores e mudar a estrutura da equipa. Tentámos adaptarmo-nos ao jogo do Sporting e, ao mesmo tempo, não fugir ao que podemos fazer. Na primeira jogada de perigo, o Sporting fez o golo, por 10 centímetros. Na segunda, numa defesa com um miúdo que nunca tinha jogado e o Rami, que fez o primeiro jogo depois de muito tempo parado, deu uma resposta melhor. E isso obrigou o Sporting a mexer na zona do meio campo, para garantir melhores equilíbrios", começou por dizer Jesualdo Ferreira, queixando-se ainda da falta de sorte.

"Fizemos o que tínhamos de fazer, mas o Boavista não está com a maré de sorte. Podíamos ter feito um golo, mas isso não aconteceu. Fica o registo da segunda parte, contra um Sporting muito forte e confiante no jogo e na forma como joga. O Sporting joga à campeão neste momento, estão em primeiro lugar. Espero que a sorte não continue a ser tão madrasta como tem sido. O golo do Porro não é um golo de sorte, é de talento. Mas era escusado fazer aquilo", concluiu.

O Sporting venceu (2-0), esta terça-feira, o Boavista, no Bessa, na 15.ª jornada da Liga. Nuno Santos e Porro marcaram os golos do jogo.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG