SCP

Jesualdo Ferreira será "manager" do Sporting

Jesualdo Ferreira será "manager" do Sporting

Godinho Lopes, presidente do Sporting, confirmou a contratação de Jesualdo Ferreira para "manager" do futebol do clube, onde vai assumir funções "transversais", que abarcam a equipa principal, a B e os escalões jovens.

Em entrevista ao programa "Trio D'Ataque", da RTP Informação, Godinho Lopes considerou que Jesualdo Ferreira "dá total garantia" para um Sporting que "pretende vencer" no futuro próximo e "dar alegrias diretas, em termos de resultados".

O belga Franky Vercauteren continuará como treinador principal - "foi o primeiro a saber" da contratação de Jesualdo Ferreira, garantiu Godinho Lopes, que também já terá anunciado a Oceano, treinador da equipa B, a mudança na estrutura.

PUB

Jesualdo Ferreira, de 66 anos, treinador do Benfica (2001-2003) e do F.C. Porto (2006-2010), como qual foi tricampeão nacional, estava sem clube desde a rescisão de contrato com o Panathinaikos, da Grécia, onde estava desde 2010. Antigo selecionador de sub-21, o técnico passou por Alverca, Boavista, Sporting de Braga e Málaga, de Espanha.

Godinho Lopes fez questão de agradecer a Aurélio Pereira, responsável pela formação, a indicação do nome do "manager". "Voltámos a ser ajudados por ele, que antes também nos tinha dito que [depois da saída de Sá Pinto] era fundamental um treinador estrangeiro".

Apesar do "caráter transversal" do trabalho de Jesualdo Ferreira, Godinho Lopes assegura que "é evidente que a equipa principal é primeiro trabalho".

Agora, "a palavra certa é recriar a equipa principal", explica, para que o Sporting regresse às vitórias. Ainda para esta época, há o "propósito claro" de regressar à Liga Europa. "É impensável não lutar por isso", defende.

"Sou uma pessoa determinada, mas determinação não é teimosia", disse Godinho Lopes, reforçando que está "a meio" de um trabalho para três anos, que passou pela "reaproximação dos sócios ao clube" e está na fase da reestruturação e sustentabilidade financeira".

Ao mesmo tempo, Godinho Lopes sustenta que foi necessário repensar já "as condições que deviam ser alteradas no futebol", para que se possa avançar para uma fase de "alegrias diretas, em termos de resultados".

Agora, "a palavra certa é recriar a equipa principal", ao mesmo tempo que se avança "no trabalho sustentado na área financeira", defende o presidente do Sporting, que adiantou que o clube "vai ao mercado de inverno, para reforçar três setores", sem concretizar quais.

Godinho Lopes admite que houve erros no início do seu mandato - "não havendo cursos, é difícil que se acerte no primeiro ano e eu fiz vários erros" - ao mesmo tempo que apela para a estabilidade diretiva em Alvalade.

"O F.C. Porto tem um presidente há 30 anos, o presidente do Benfica é presidente há 12 anos [incluindo os anos em que esteve à frente do Alverca] e nesses 12 anos houve 5 presidentes do Sporting", relembrou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG