Exclusivo

Jesus espera favor de Munique para conseguir o que "ninguém esperava"

Jesus espera favor de Munique para conseguir o que "ninguém esperava"

Treinador sacode a pressão e salienta o facto de as águias chegarem à última jornada na luta pela qualificação. Benfica tem de ganhar e esperar que o Bayern não perca com o Barcelona.

Jorge Jesus tem razão. Que o Benfica chegue à última jornada em condições de se apurar para os oitavos de final num grupo que tem como adversários Bayern Munique e Barcelona não é de desvalorizar. O problema, para o treinador e para as águias, é que o duelo com o Dínamo Kiev (20 horas, Eleven Sports 1) surge depois de uma derrota, inequívoca, no dérbi com o Sporting, numa altura em que a equipa mostra sinais preocupantes e 15 dias antes de uma semana com dois clássicos decisivos com o F. C. Porto. A juntar a isto, há a insatisfação que os adeptos já não fazem questão de esconder e um clamor no Rio de Janeiro a pedir o regresso de Jesus. Esta noite, portanto, não será só a continuidade na Champions que está em jogo.

Para se manter na alta roda do futebol europeu e não cair na Liga Europa, o Benfica tem que derrotar o campeão ucraniano e esperar que o Bayern não perca frente ao Barça. Se, pelo contrário, os astros não se alinharem nessa direção e, no pior cenário, as águias nem forem capazes de fazer a parte delas, então pode ganhar forma uma crise de consequências imprevisíveis, por muito que Jesus tenha desvalorizado um eventual desfecho desfavorável. "Parece que todos estávamos à espera de eliminar o Bayern e o Barcelona e chegar aos oitavos de final", desabafou na conferência de imprensa de antevisão. "O grande objetivo do Benfica era estar na fase de grupos e conquistámos isso. Para muita gente era impossível estarmos a discutir o apuramento na última jornada e conseguirmos deixar de fora o Barcelona, que nos últimos 18 anos se apurou sempre para os oitavos de final, será um feito", acrescentou o técnico.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG