O Jogo ao Vivo

Futebol

Jesus: "Não entendo como é que na Luz ou no Dragão não podem estar 15 ou 20 mil pessoas"

Jesus: "Não entendo como é que na Luz ou no Dragão não podem estar 15 ou 20 mil pessoas"

Jorge Jesus, treinador do Benfica, revelou-se esta sexta-feira defensor da existência de público nos estádios e criticou as autoridades e os políticos que, no seu entender, colocam "uma máscara no futebol".

O Benfica assumiu a intenção de convidar 27 adeptos para o camarote presidencial, ao abrigo do regulamento da Liga. O facto, que representa o regresso do público aos estádios, é recebido de "coração aberto" pelo treinador, que vê a possibilidade de ampliar a solução.

"Com todo o respeito pela DGS, não entendo porque não há espetadores no futebol. Nem sequer a conversa de que estar no futebol é diferente de estar no teatro, cinema ou na festa do Avante. E fiquei todo feliz por que quem consegue ter um controlo, como o que foi feito na ocasião, merece, aliás como merecem todos os clubes de futebol", salientou Jorge Jesus.

"Não entendo a questão em função das lotações dos estádios. E ainda agora tivemos o exemplo da final da Supertaça Europeia, com vinte mil adeptos. Não entendo como é que na Luz e no Dragão não podem estar 15 ou 20 mil pessoas", sublinhou o técnico dos encarnados.

Por outro lado, o treinador mostrou-se ainda crítico com alguns decisores. "Não sei qual é a máscara que os políticos colocam para o futebol. Para o futebol, há sempre uma. O setor foi no mundo a atividade que melhor se adaptou e soube conviver com a questão do vírus. Primeiro devemos testar, nem toda a gente pode, nem é fácil. Mas temos de saber testar, prevenir e isolar. Não há outro meio. Ou então vamos, se quiserem, todos para dentro de casa durante um ano e ficamos malucos. Temos de ser realistas e tirar a máscara para o futebol. Só deve haver uma máscara para a covid-19", reiterou.

Jorge Jesus falou no lançamento do jogo com o Moreirense, este sábado, (18.30 horas), na Luz. Na ocasião, confirmou a ausência de Taarabt, devido à lesão contraída no jogo com o Famalicão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG