Ciclismo

João Almeida queria ter feito melhor do que o sexto lugar

João Almeida queria ter feito melhor do que o sexto lugar

Embora tenha tido um grande dia no Giro, entrando no top-10 da geral, o português não ficou totalmente satisfeito com o desfecho e explicou a estratégia utilizada. "Senti-me bem hoje, apesar da chuva e do frio. Queria tentar a vitória na etapa, por isso é que ataquei e me juntei à fuga", revelou.

Após dias a escoltar Remco Evenepoel, João Almeida teve finalmente a oportunidade para brilhar a solo, numa etapa encurtada pelo mau tempo, tendo sido mesmo o melhor dos elementos da fuga do dia na tirada, no sexto lugar, a 1.21 minutos do vencedor, o camisola rosa Egan Bernal (INEOS).

"No final, não foi um mau dia. Fiz o meu melhor e estou contente por ter subido uns lugares na classificação geral", resumiu.

Neste momento João Almeida é o ciclista mais bem posicionado da Deceuninck-Quickstep, mas nem isso muda a forma de encarar a prova. ""Ainda falta muito até Milão, assim como muitas etapas duras, mas vamos continuar dia a dia e ver onde isso nos leva", prometeu o ciclista de 22 anos.

Amanhã o pelotão cumpre o segundo e último dia de descanso, antes das derradeiras cinco etapas da 104.ª edição do Giro, que termina no domingo, com um contrarrelógio em Milão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG